22/08/2016

Resenha l Crônicas da Redenção - M. A. Costa


Título: Crônicas da Redenção                                                 Autor: M. A. Costa
Ano: 2016                                                                                           Compre aqui: Com o autor
Páginas: 194                                                                                      Skoob


Sinopse: Crônicas de Redenção reúne contos da saga homônima que respondem e complementam fatos que viemos a conhecer em , Redenção – livro um: Legionella como: qual foi a última guerra na terra e como viemos a conquistar a paz? Ou quem são os metrovinos e como fizeram para sobreviver? Ou, ainda, como foi a infância de Valker Kipsang.


Oiii gente, como vocês estão?
Hoje venho trazer uma resenha de um livro com um gênero bem diferente para vocês, confesso que nunca havia lido e me agradei bastante. Aliás, é sempre bom inovarmos nas leituras e conhecer algo novo.
Fiquei bastante curiosa em relação a obra quando conversei com o autor, não é sempre que acontece isso, então foi uma grande surpresa.

Como o livro é divido em vários contos, resolvi falar um pouquinho de cada um para que possam conhecer a história mesmo. Lembrando que essa obra faz parte da história Redenção: livro um: Legionella que pode ser lido independente antes ou depois. Se ler antes vai ter um entendimento melhor do livro um, e depois será apenas um acréscimo de conhecimento da história.

Fim da Guerra – Parte 1 e Fim da Guerra – Parte 2
Tudo acontecia no ano de 2523 e ninguém imaginaria que seriam atacados de uma maneira tão brusca e marcante, será que isso um dia teria fim e esses invasores seriam derrotados? Afinal, não sabia se podiam ser vencidos, nunca haviam encontrado nenhum corpo de um robô sem funcionar, todos estavam intactos e fortes.

"...o barulho é ensurdecedor, o chão treme a cada passo. Parece um trovão atrás do outro misturado com um pequeno terremoto... o rádio e TV nos avisaram que deveríamos nos esconder no quarto mais protegido da casa." Pág. 21

Era como se estivessem na ditadura, muita luta, tristeza e mortes. Quem era polícia, militar era obrigado a ir junto com os robôs, principalmente todos os homens, mesmo não sendo, tinham tal obrigação de comparecer, muitas das vezes sumiam e ninguém mais tinha notícia, nem sabia o que tivera acontecido.

Valker
Valker era um garoto de 12 anos, mas tinha idade suficiente para ter enfrentado tudo que um adulto já tivesse feito, o sofrimento, a angústia e o sangue fazem parte de sua rotinha, nada se ajeita, cada vez o monstro é mais forte e ganhador.

"A vida dela se resumia a: apanhar, limpar a sujeira do meu pai, rezar para não apanhar mais." Pág. 64

Todo dia era a mesma coisa, brigas, tapas e empurrões. Nem os vizinhos mais tinham soluções para tão avançado o caso, era vício e vontade, poder de querer mandar e comandar. Até que isso chegou a um desastre que não poderia ter sido evitado, era um ou outro.


Metrovínos: A Origem
Momentos normais em uma viagem de trem na maior estação de Xangai, uma quantidade exorbitante de população se encontrava naquele lugar, prontos para chegarem a seu destino, onde realmente iriam ir.

"O instinto de sobrevivência é o mais poderoso dos instintos humanos, e também, o mais egoísta." Pág. 75

Mas, algo inesperado aconteceu e um terremoto foi a surpresa para todos, caos era o que acontecera. Muitas mortes e tragédia, se tornara o fenômeno mais famoso mundialmente, e apenas um sobrevivente, seria o fim?

Metrovinos: Destino
A população se sentiu completamente perdida e querendo respostas a respeito desse terremoto, todos achavam que poderia ter um sobrevivente ou vários. Mas, ninguém dava a cara a bater e expor a opinião, tinham medo de vasculhar o lugar e então achar alguém para contar a verdadeira história.

"Atônito ela não consegue nem iniciar um entendimento lógico qualquer. O que ele acabara de presenciar era inexplicável." Pág. 107

O prefeito nem ao menos se importava e desde então jurava com os pés juntos que todos haviam morrido soterrados, na maneira crua e direta. Porém, os familiares queriam respostas e isso foi o problema, uma nova luta se tornou clara, levando todos, principalmente o prefeito a total loucura.


Metrovinos: Sobrevivendo
Era o momento e tinham que sobreviver de alguma maneira, estavam passando fome, a água se tornara totalmente poluída, era de um rio sujo onde a população sujava e estava filtrando e bebendo. 

"O 'movimento' ocorreu por uma pequena brecha, Naquela escuridão, apenas iluminada pelos seus comunicadores, não deu para discernir forma. Mas, seguram-no." Pág. 117

Era uma tática, seriam o caçador ou a caça. Todos estavam desesperados, mas não esperavam que naquele lugar, teria uma movimentação e invasão tão grandiosa que poderia derrotar e devorar os humanos.


Metrovinos: Invasão
Voltar ao passado nem sempre fora fácil, mas foi o que realmente fizeram naquele lugar, queriam organizar e limpar tudo e quem sabe o lugar voltaria a ser frequentável.

"Mas, o metro não resistiu e quando a terra cedeu, grande parte deste ficou soterrado. Outras ficaram submersas inundadas pelos dois grandes rios que cortam a cidade e seus muitos braços."Pág. 129

Cerca de 80 anos se passaram, lentamente de alguma maneira para que acontecesse aquilo e se criasse o povo Metrovino, ninguém esperava que isso seria capaz e foi, contra a natureza e quem estava vivendo na superfície.

Jay e Bug
Jay era um garotinho normal e cresceu de acordo com todos, já Bug era seu cãozinho que sempre gostava de aventura e corria rapidamente quando sentia o cheiro de algo novo, e não podia ser diferente dessa vez. Bug sentiu que encontrara alguma coisa e precisava de alguma maneira mostrar ao Jay.

"Mas, em algum momento de percurso, que não soube explicar depois, viu algo pela primeira vez na vida: a luz do sol." Pág. 147

O menino por outro lado ficara curioso e não tinha opção a não ser seguir Bug, não iria deixa-lo ir sozinho e podendo até se perder, pois frequentara algo que era proibido, e não devia ser frequentando por ninguém. Foi então que uma luz apareceu para a surpresa...O que seria? Um novo mundo a encontrar? O Sol? Ou um problema? A isso que vocês irão descobrir nesse conto.


Sobre o autor:
Desde sua adolescência seus heróis e modelos de comportamento e pensamento têm sido escritores – aqueles que são idealizadores de universos paralelos, transformadores do impossível em plausível.
M. A. Costa é frequentar da escola de H. G. Wells, Isaac Asimov, Arthur Clarke e Stephen King apenas para citar alguns. Na série Redenção, o autor dá asas a sua imaginação mais “doentia”, ao escrever de forma cuidadosa e moderna, uma história recheada de suspense e ação, que prevê um futuro que reflete ao mesmo tempo o que há de pior e o mais nobre na natureza humana.



Espero que tenham se interessado pela obra, me contem suas opiniões nos comentários?
Até a próxima.

45 comentários:

  1. Oie, adorei a ideia desse livro, com contos a respeito de personagens e fatos de um outro livro, o que nos possibilita entender até mesmo melhor o outro livro, mas confesso que o conteúdo não me deixou tão interessada porque eu não sou a maior fã de distopia/fantasia e senti que tem bastante aí no meio.

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Achei a capa bem interessante e a trama envolvente.
    Embora não seja meu gênero literário favorito, fiquei bastante curiosa para conferir um pouco do pior e do mais nobre da natureza humana.
    Adorei a resenha e fiquei intrigada com o que acontecerá!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Embora seja um gênero que eu prefiro manter distância, até que a idéia do livro me interessou. Achei a resenha bem explicativa e bem escrita também.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tenho muita curiosidade em ler esse livro! Tenho o e-book de Redenção e esse de contos também, mas sempre fico adiando a leitura. Bom saber que esses contos podem ser lidos antes ou depois do livro um, sem interferir na história.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. olha... deve ser uma leitura bem frenética e intensa... só de ler a resenha já fiquei com o coração aos pulos querendo saber o desfecho kkkkkkkkkkkkkk
    se eu tiver chance, certamente vou querer conferir essa obra... ando precisando de leituras do tipo... bjs ^^

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro livros de contos, e o tema é bem intenso, né? Diferente do que eu já li em contos, é difícil pegar um tema tão denso assim, gostei bastante da proposta e quero muito conferir a obra, óbvio!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Olá! Adoro contos e achei legal a proposta do livro, apesar de conter contos distopicos que não são a minha praia. Achei legal essa volta e esse adiantamento no tempo,bem como envolver um cãozinho em uma das histórias. Vou ler mais sobre o livro para ver se dou uma chance de leitura.
    Beijos.
    Karla Samira
    www.pacoteliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Morgs, sua linda, tudo bem?
    Confesso que não tenho o costume de ler livros de contos. Mas se esse livro faz parte de uma série, ai é diferente, risos... Achei as histórias muito interessantes, na verdade me deixaram bem curiosa para a série que ainda não conhecia. Tomara que você resenhe o livro um também. Dica mais do que anotada. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie
    muito legal sua resenha, eu não sou fã desse tipo de livro mas muito legal o enredo e tudo mais, quem sabe um dia eu tente

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Adoro contos e achei essa ideia sensacional, pena que ainda não li o outro livro antes, acho que seja necessário para uma compreensão maior. Vou procurar um pouco mais sobre eles e ver se começo a ler ou não.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Menina, que livro interessante, gostei bastante da proposta e de sua resenha, leria, pois fiquei curiosa com a ideia. Não conhecia o autor e essa é uma excelente hora para começar a conhecer a escrita dele.

    ResponderExcluir
  12. Achei interessante a questão dos contos embora não curta muito o gênero. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  13. A capa já me deixou bastante intrigada e a cada parte da sua resenha fiquei mais ainda. Adorei a obra, gosto bastante deste estilo de livro. Adicionando na minha lista de leituras :D

    ResponderExcluir
  14. Oi Morgana! Tudo bem?
    Adorei sua resenha, como sempre, arrasando! Não conhecia o livro e apesar de não ser o gênero que curto, achei interessante, ainda mais por ser dividido em contos!
    Bj

    ResponderExcluir
  15. Oi Morgana
    Já tive o prazer de conhecer o autor em um evento mais ainda nao tinha me interessado pelo livro dele. A sua resenha foi bem interessante, acho que vou dar uma chance para o livro.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  16. Oiii Morgana, tudo bem? Sempre vejo divulgação dessa série (é uma série né?), mas nunca li. Um dia pretendo fazer isso :)
    Esse livro de contos é bem bacana. Gosto quando os autores lançam contos de seus universos.
    Os leitores podem conhecer um pouco mais assim =D
    Um beijão
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Adoro quando os autores expadem suas histórias usando contos, os contos são mais ageis e rapidamente conhecemos detalhes que nos ajudam a compreender melhor a obra principal.
    Achei bem interessante a premissa do livro, mesmo não lendo muita ficção cientifica eu leria a obra.

    ResponderExcluir
  18. Oi Morgs.
    Interessante que o livro é dividido em contos mas pelo jeito todos se complementam. Penso se não seria melhor pra história se todos formassem uma única história no livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Inicialmente não me interessei pela leitura, por se tratar de contos e eu não gostar desse tipo de texto já que dificilmente me envolvo. Mas achei a premissa interessante, só que teria que começar por Legionella, aí se eu gostar com certeza essa leitura fluiria melhor, por ser um complemento.

    ResponderExcluir
  20. Nossa adorei o enredo, achei super interessante, adoro cronicas e contos e está anotadissimo aqui para uma leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Olá Morgs,

    O meu amigo leu esse livro e curtiu bastante a história, embora seja um livro para quem já leu o antecessor da saga, fiquei bem interessada e espero um dia embarcar na saga Redenção.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  22. Ainda não me rendi por inteiro ao mundo das crônicas. Não tenho aquela facilidade e interesse de ler um livro de crônicas, não sei porque. Esse parece muito interessante e pode se encaixar um pouco no meu estilo de leitura. Quem sabe ele não seja meu abre portas pra ler crônicas?? :)
    beijooos

    ResponderExcluir
  23. Oiee ^^
    Mesmo não sendo o meu tipo favorito de livro, tenho muita curiosidade de ler esta obra. Vi muita coisa boa a respeito da escrita e dos livros do autor, então sou doida para ler essa série. Só não sou fã de contos mesmo...haha'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  24. Olá, há gostei do livro pela capa, linda!!!! Achei os contos bem legais, fazem meus estilo de leitura e estou bem curiosa para saber mais tudo, especialmente o desfecho. Bjs

    ResponderExcluir
  25. Oie

    Primeiro achei a capa do livro bem intrigante!!
    Eu adoro contos e claro que já fiquei interessada. Gostei de você falar um pouquinho de cada conto, os que mais chamaram minha atenção foi Metrovinos e Jay e Bug.
    Já anotei a dica!!

    Bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi flor,
    Tenho vontade de ler o primeiro livro, acho realmente um enredo interessante, o que me deixa bem alegre em saber que esse pode ser lido em qualquer ordem.
    Os que mais me chamaram a atenção foram Jay e Bug e Metrovinos: invasão.

    ResponderExcluir
  27. Adorei a ideia do livro e adoro contos também então soa como o paraíso contos para conhecer melhor uma historia ou personagens é uma tacada de mestre.
    Sua resenha ficou show falar sobre contos é sempre difícil e você fez muito bem destrichando um pouco de cada.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  28. Olá.
    Nunca tinha ouvido falar no livro antes. Também é um gênero bem diferente dos quais eu costumo ler, mas eu curti, principalmente a premissa dos contos Fim da Guerra adorei mesmo. Sem falar na capa do livro que está linda.
    Espero poder ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  29. Olá!

    Pela capa desse livro eu pensei que seria uma distopia ou mesmo fantasia. Fiquei um pouco surpresa ao saber que são contos. Não é um gênero que costumo ler, por isso deixo a dica passar. Mas, para quem gosta do gênero irá adorar, eu acho!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  30. Olá!
    Eu tenho muita vontade de ler Redenção e nem sabia da existência desse livro :O
    Ainda que eu não goste muito de contos, adorei a premissa desses e fiquei interessada e curiosa para conhecer o desfecho de tudo isso.
    Bom saber que pode ser lido antes ou depois.
    Vou anotar a dica!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  31. Ola!
    Não conhecia o livro.
    Como eu gosto de contos, acredito que vou gostar.
    Espero ter chances de ler em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Morgana, gosto muito de contos e apesar de ter amado a capa não achei que a temática me agrada.
    Acredito que não seria uma leitura que me prenderia o suficiente.

    ResponderExcluir
  33. Oi.

    Eu até leio bastante contos, no momento não tanto quanto gostaria. Esse parece ser bem interessante, apesar de ainda não conhecer. Mas infelizmente, não foi o suficiente para me fazer ler...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  34. Oie!!
    Que resenha incrível, meus parabens! Para te falar a verdade, eu não sou muito fã de livros de contos, por isso essa sua indicação não é muito o meu estilo. Entretanto, gostei muito do que você disse que eu poderia até dar uma chance a ele.

    beijos

    ResponderExcluir
  35. Nossa que capa linda! Meu marido leu Redenção e agora lendo sua resenha e saber que é o complemento fiquei aqui me programando para comprar! Marcelo escreve prendendo a atenção da gente, li uma parte de Redenção e não terminei inda mas está na minha mira!

    ResponderExcluir
  36. Oi flor, tudo bem?
    Menina, não sou de ler contos, estou querendo mudar isso, mas acredito que esse livro tenha sido maravilhoso, uma leitura muito agradável, pela sua resenha. Fiquei interessada na história de Jay e Bug, adoro histórias com cachorros! Espero pode conferir!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Oie, tudo bem? Ainda não conhecia esse livro, mas sua resenha foi deixando uma curiosidade no ar, um que de "o que vai acontecer agora"? Gosto de livros que nos instiguem, que nos cause vontade de ler, ainda mais livros de conto. Alguns são leves e fáceis de ler. Sua resenha ficou muito bem escrita e completa. Ótima indicação. Beijos, Érika ^-^

    ResponderExcluir
  38. Oi!!
    Preciso aprender a ler livros de contos. Fim da guerra parte 1 e 2 chamou a minha atenção; Valker, também parece ser um conto bem interessante. Olha eu até que fiquei tentada com essa sua resenha, tem contos que me agradaram bastante, acredito que o livro é uma leitura bastante proveitosa.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  39. Oii

    Achei bem interessante o livro, mesmo sem curtir o gênero acho que leria por curiosidade, tenho relutância com livros de contos por conta de de serem justamente bem curtinhos. Mas quem sabe né, sua resenha está tão incrível que talvez eu leia.

    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Oie Morgana,

    Um livro de contos? Fiquei apaixonada por essa capa! Gostaria muito de ler Fim da Guerra 1 e 2. Sem falar que a capa do livro é maravilhosa. Gosto de contos, crônicas, poesias por isso fiquei aflita pra comprar logo o livro.

    att

    ResponderExcluir
  41. Ooi, Mooors! Tudo bem?
    Olhaaa, até eu que não sou fã de livros de contos me interessei nesse; principalmente esse "Fim de Guerra", que parece ser muito bom. Dica anotada!

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  42. Olá =) Eu gosto bastante de ler livro de crônicas, apesar de ter lido poucos. Mas esse livro foge bastante do estilo que eu gosto, vamos dizer que gosto de fadas. Haha' Mas como você mesmo disse é sempre bom inovarmos nas leituras. Dos trechos que você citou o que mais me chamou atenção foi a do "Metrovínos: A Origem". E o conto que mais me chamou atenção foi o "Jay e Bug". Beijos' www.sejaamavel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  43. Oi,
    eu não conhecia o livro e nem o autor, achei a capa maravilhosa, mas não ando muito animada no momento para ler livros de contos por isso vou deixar passar essa indicação.
    Beijos
    Conversas de Alcova ♥

    ResponderExcluir
  44. Sabe aquele livro que você vem em vários lugares mas nunca se interessa? Essa é minha história com Redenção. Ele pode até ser bom, mas não é o que eu busco ler.

    ResponderExcluir
  45. Olá! Estava procurando um livro nacional, esse com certeza me agradou e muito! Ainda mais sendo de crônicas, meu gênero favorito. Sua resenha me deixou com grandes expectativas e vou marcar na lista dos desejados.

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS