30/08/2016

Resenha l Meninas que adestram lobos - Mara Chan


Título: Meninas que adestram lobos                             Editora: Chiado
Ano: 2015                                                                                      Compre aqui: Loja Chiado Editora
Páginas: 158                                                                                Skoob
Autora: Mara Chan

Sinopse: Este livro aborda situações em que vivem as pessoas que sofrem de uma doença crônica e autoimune chamada Lúpus. Noventa por cento dos atingidos são mulheres.
Mulheres que de repente se depararam com uma transformação em suas vidas, sem muitas vezes receberem informações e atenção exata no momento em que mais precisam.
Mulheres que assim como eu, em algum momento da minha vida, tenho sentido como se houvessem me empurrado para dentro de um trem, rumo à uma viagem desconhecida, sem direito a uma passagem de volta.
Mulheres frágeis, sensíveis e delicadas. Sinceras e transparentes ao ponto de não saberem esconder seus medos, lágrimas e incertezas perante um mundo que não as compreendem.
Mulheres ousadas para lutar, mesmo com a fragilidade de meninas.

Oiii gente, como você estão nesse dia lindo?
Confesso que estou bastante animada por trazer essa resenha para vocês e sei o quanto esperavam pela minha opinião, diante da quantidade de comentários que recebi nas postagens em outras redes sociais.

Recebi esse livro lindo em parceria com a Chiado Editora, confesso que não sabia exatamente sobre o que se tratava e como a autora iria trabalhar esse tema, que podemos ver é algo sensível para as outras pessoas que enfrentam isso diariamente, fiquei surpreendida diante da maravilhosa forma que ela conseguiu abordar o assunto.

Mara Chan abordou um assunto pouco conhecido na vida das pessoas, ela trouxe uma maneira incrível de tratar e falar sobre, com todo amor e carinho em cada palavra escrita. Todas essas pessoas que possuem essa doença, tem uma coragem incrível de viver e encarar a vida, sabendo que nunca terá cura, mas mesmo assim viver é o que importa e trazer a felicidade aos que estão a sua volta.

"A partir deste exato momento, absolutamente tudo começa a dar giro de trocentos e sessenta graus, tanto por dentro como por fora. A maneira de enxergar a vida muda, somente pelo fato de saber que algo apareceu no seu caminho para ficar e transformar tudo para sempre." Pág. 17

Lúpus, essa seria a doença que se descreve, é nela que muitas vezes é esquecida, deixada de lado e será necessário encontrar motivos para acreditar e ter força de vontade, que as pessoas vão vencer e encarar um novo dia. É preciso viver intensamente um dia de cada vez, de certo modo foi o que todos fizeram.


As meninas que adestram lobos, são mulheres firmes e fortes que encontraram na vida, na família e amigos maneiras de enfrentar tudo que estejam sentindo, sabendo que é incurável. Mulheres que ajudam uma as outras, com carinho e dedicação, sem julgar, apenas ajudar e acolher nos momentos difíceis que possam estar ocorrendo.

"A mais poderosa função da alma é a nossa mente. Através de nossos pensamentos e ideias que surgem, controlamos tudo ao nosso redor, por isso, convenhamos que a guerra entre o bem e o mal vive dentro de cada um de nós, e esta guerra acontece exatamente dentro da nossa própria mente (alma)." Pág. 65
Não eram apenas fortes e firmes, essas mulheres eram sensíveis e frágeis por enfrentar isso tudo, de uma maneira que muitas das vezes foi como uma surpresa que ao pouco foi dificultando, até mesmo nem sabendo que se tratava, até o resultado. Foram muitas perdas, pessoas que não conseguiram ir além disso, não tiveram apoio e entraram em uma depressão profunda, referente aos sintomas que Lúpus pode trazer à tona.


Para enfrentar os lobos, a força de vontade realmente ajuda bastante, mas o que modifica as coisas é a fé de saber que alguém este contigo, te acompanhando e te acolhendo nos momentos difíceis da vida, é saber que Deus pode te acalmar e lhe dar esperanças de que tudo vai dar certo e ficará bem, de acordo com a vontade dele. De você descansar ou continuar a ir em frente com a doença.

"Outro fator físico de grande importância a nossa saúde é o incrível e delicioso relacionamento amoroso. Ato que vem perdendo o valor em nossa sociedade atual, poucos estão cientes da importância que tem sobre a qualidade de vida por manter um relacionamento sério, cheio de companheirismo, amor e carinho." Pág. 83
A fé muitas das vezes pode ajudar em seguir em frente, em acreditar que tudo dará certo, independentemente da situação em que você se encontra, de certa maneira isso foi o que mais ajudou todas as mulheres com Lúpus, souberam como ultrapassar tantos obstáculos e não deixaram a fé de lado.


É ver essas mulheres com vontade de viver nos olhos, de querer gritar ao mundo e se perguntar, porque logo comigo? Ela chega de repente, são sintomas normais que depois vão agravando levemente até a pessoa se sentir impossibilitada. A vontade de continuar na luta é mais forte e perspicaz referente a tantas situações. Crer e ter fé é a solução para enfrentar.

"Tristemente a humanidade ficou presa nos prazeres deste mundo, e por isso, muitas pessoas mantêm seus coração frios." Pág. 109
Lúpus te surpreende e te desmonta, te emociona e te faz ver a vida de outra maneira, ver que viver com pouco é muito, que valorizar os que estão a sua volta é o que realmente importa, querendo ou não, é uma batalha que elas irão enfrentar pra o resto da vida. É uma realidade que poucos conhecem e valorizam.


Estava ansiosa demais para realizar a leitura desse livro diante da grandiosidade do tema que ele aborda, e simplesmente por eu saber pouco. Ler esse livro me ensinou tantas coisas que eu gostaria de dar um abraço apertado na Mara, como sabem, ela enfrentou e ainda enfrenta, porém de uma maneira calma e com sucesso.
O intuito da Mara Chan em escrever esse livro é de ajudar as mulheres que enfrentam isso diariamente e por outro lado não possuem mais forças para continuar a querer viver, ela mostra no livro outra história, outra maneira de enxergar a vida e sim dar forças para aquelas que tanto merecem.

O que me deixou sem reação foi a surpresa que tive no final do livro, onde possui depoimentos de pessoas que estão enfrentando ou contando casos de entes queridos que não estão mais entre nós, isso me emocionou de certa maneira, e foi a parte em que mais demorei para ler, diante de tantos depoimentos emocionantes que ali se encontram.
A edição está linda demais gente, folhas amareladas, letras grandes que não me prejudicaram em nenhum momento, sem falar dessa capa né? Está um arraso, e realmente tem tudo a ver com a história. A escrita da Mara Chan é puro amorzinho, ela é delicada, possui uma certa ironia na história, fazendo com que não se tornasse chato e sempre despertando nosso interesse, foi um dos livros mais emocionantes. Diante de tanta clareza, pude sentir na pele, vamos se dizer, o que é enfrentar isso, sentir que poucas pessoas conhecem e que essa doença muitas das vezes é deixada de lado.

Preciso dizer com dor no coração, que eu emprestarei esse livro para várias pessoas, principalmente da faculdade para saberem como lidar com isso e quanto a doença é importante em nossas vidas, eu sabia sobre a existência, porém não como era mesmo e quero que muitas outras pessoas tenham essa oportunidade como eu tive.
Recomendaria esse livro para todos que queiram saber mais sobre a doença Lúpus, sobre como as mulheres são fortes na vida e para quem tem fé de que tudo um dia vai melhorar.

Sobre a autora: 
Mara Chan, escritora residente na Espanha. Nascida em 17 de abril de 1984, na cidade de Maringá – sul do Brasil. Meninas que adestram lobos é a sua primeira obra literária, no qual já tem sensibilizado poderes políticos e grandes influências brasileiras.







Espero que tenham gostado dessa resenha e até a próxima! 



39 comentários:

  1. Oie, gente eu vi algumas fotinhas no insta desse livro. E fiquei com uma pulga atras da orelha, pois também tenho parceria com a Chiado e desconhecia este livro até então. E é a primeira resenha que leio, sobre esta obra e você me conquistou, vou pedir ele imediatamente. Adorei a resenha, beijos

    dicasdaisacereser.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu estou com esse livro aqui nas próximas leituras, já dei uma lida nos primeiros capítulos e o que encontrei me surpreendeu bastante. Além da capa ser linda o tema abordado não é algo que vemos com frequência e gostei muito de como a autora está conduzindo a obra.

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante, fiquei curiosa, com vontade de ler. Lúpus é sim uma doença mais frequente nas mulheres do que nos homens e eu tive um caso na família. Um tio morreu por várias complicações, uma delas era o lúpus. :(
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Não tenho muito conhecimento acerca do Lúpus e fiquei bastante interessada em ler essa obra que aparentemente aborda dessa forma. O título me chama bastante atenção e desde que esbarrei com a capa fiquei encantada. Espero que o livro tenha voltado em ótimas condições rsrs

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, que resenha maravilhosa. Que livro profundo e intenso, pois além de contar sobre uma doença autoimune, retrata a vida da autora que vive com ela, dia após dia, o que não deve ser fácil, e fiquei comovida com as informações que você trouxe e fiquei louca para lê-lo, pois acho que o tipo de livro que nos faz crescer e refletir sobre a vida.
    bjus

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha eu já conhecia o livro mais não tive a chance de lê-lo ainda, lupus é sim uma doença muito difícil eu estudei um pouco sobre ela no ensino médio e gostaria muito de fazer a leitura desse livro.
    A capa é muito linda
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Amei sua resenha e ela falou de tudo com tantos detalhes que eu já me senti como se tivesse lido a obra! Achei muito interessante abordar o tema da Lupus, já que não é uma doença muito conhecida e ainda gera muito preconceito.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Mogs!
    Que temática interessante, tratando dessa doença. Não conhecia, mas parece algo legal. Pela empolgação na sua resenha, parece realmente bom, mas pessoalmente não é meu tipo de leitura. Apesar da personagem parecer muito forte e sua trama, tocante, não é o tipo de livro que leria.
    A capa está realmente linda.

    Abraços
    David Andrade
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não conhecia esse livro, mas ele parece ser mesmo muito interessante. Também não conhço muito sobre o lupus e nem imagino o que as pessoas que possuem essa doença passam, a proposta do livvro parece ser bem tocante, pois parece que tras um poucvo de conforto para aqueles que estão passando por essa doença, pelo que você diz em sua resenha!

    Beijos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Morgs,

    Desde que vi você lendo este livro estava morrendo de curiosidade pela sua resenha, adorei a premissa e gostei muito dos elementos presentes na história. Quero muito adquirir um exemplar.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Nunca vi um livro que falasse sobre Lúpus. Fiquei muito curiosa pra conhecer essa história justamente por isso. Vou comprar!

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu não conheço muito sobre a doença e adorei saber que esse livro possui essa temática!
    Gostei mais ainda de saber que aborda o tema de maneira sensível e mostra que a fé a vontade de viver são maiores que a doença.
    Adorei a resenha e já anotei a dica!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. desde que eu vi vc postando photo do livro fiquei bem intrigada com a premissa dele e por ser curiosa com relação ao lupus... [por causa de Dr. House rsrs].
    vou tentar ler o quanto antes... a edição está linda mesmo...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  14. Olá.
    Nunca tinha ouvido falar no livro antes. Amei a capa e a premissa. Sua resenha ficou perfeita e despertou em mim uma grande curiosidade. Vou com certeza comprar o livro assim que puder ou solicitar para a editora. Amei amei amei.
    Além de ser muito bom saber mais da doença Lúpus.

    ResponderExcluir
  15. Oi Morgana! Tudo bem?
    Amei sua resenha! Sem palavras para descrever o quanto sua resenha me impressionou. Acredito que o livro é fantástico e estou curiosa para ler. Conheço a doença e sei o quanto ela é cruel. Dica anotada e vou ler com certeza!
    Bj

    ResponderExcluir
  16. Oi Morgana!

    Dá até um calorzinho no coração quando leio uma resenha tão apaixonada assim! Eu tenho uma amiga que tem Lupus e, apensar de não sentir na pele, sei o quão difícil é para lidar. Nunca pensei que veria um livro tratar de uma doença tão delicada, vou mostrar para a minha amiga e tentar ler também!

    BEijo!
    http://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, Morgana!
    Não conhecia o livro, mas sua resenha me deixou bastante interessada! - Por ser uma história tão profunda (e eu ter acabado de entrar em férias e estar procurando algumas leituras mais leves agora), vou colocar na lista para leituras futuras. Dica anotada! bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi, Morgana!
    Por essa capa, a primeira coisa em que pensei sobre o livro e seu título era tratar-se de mais uma ficção, mas muito interessante saber que, na verdade, é uma espécie de biografia e relato sobre a convivência com uma doença que realmente precisa ser mais conhecida e melhor abordada para ajudar na convivência de pessoas que enfrentam essa batalha diária. Temáticas assim são mesmo muito importantes de serem lidas, pois mesmo no meio de tanto já escrito, ainda se tem muito a aprender e conhecer sobre doenças novas ou mais desconhecidas assim. Tudo de bom para a autora para que ela continue a inspirar muitos outros pacientes com sua história!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  19. Olá Morgana!
    Não conhecia o livro e a premissa despertou demais a minha curiosidade. Não sei quase nada a respeito da doença e saber que a obra reúne depoimentos de várias pessoas chamou demais a minha atenção, além de uma leitura bem emocionante. Dica anotada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Eu não sou muito de ler esse tipo de livro, mas hoje mesmo eu estava pesquisando sobre o assunto. Que bom que eu sei que tem esse livro pra esclarecer melhor.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Que interessante esse livro !!! Ainda não conhecia.
    Gostei bastante da sua resenha e iniciativa.
    muito sucesso !!! bjo
    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá
    Amei a resenha, perfeita!
    Amei a premissa e que ler para ontem. Anotadíssimo aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Oii Morgs!

    Não conhecia a obra, mas sua resenha maravilhosa me despertou muito a atenção. Estou buscando livros que passem grandes lições de vida.

    Acho que precisamos de injeção de animo de vez em quando

    Beijos!
    http://leelerblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bem?

    eu tenho psoríase e uma amiga me indicou esse livro, para melhorar minha autoestima. Ela ficou um tanto decepcionada comigo porque respondi que minha autoestima está ótima, obrigada! É só uma doença, como diabetes ou problema do coração. Sei bem que Lúpus é diferente e foi altamente debatida quando a Astrid descobriu ser portadora. Agora,eu adorei o livro, muito bom, recomendo demais.

    Sua resenha foi uma delícia, parabéns.

    ResponderExcluir
  25. Que resenha linda! Minha sogra tem essa doença, mas confesso que mesmo assim sei muito pouco sobre ela. Quero muito conferir a leitura, porque além de tratar de um tema pouco conhecido, tem lobos na história, que demais!
    A capa está muiiito linda. Não sabia que a Chiado tinha lançado esse livro, já quero solicitar! hahaha
    beijos
    http://www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  26. Olá, eu tenho uma tia que convive com a doença há muitos anos e até então, ela tem conseguido mantê-la controlada, mas não sabemos por quanto tempo. Achei muito bacana a ideia da autora de abordar esse tema em um livro que acaba servindo de informativo para outras pessoas e como uma bela lição de vida. Bjs

    ResponderExcluir
  27. Nossa, não conhecia muito sobre a doença...
    A temática do livro parece ser muito boa e eu fiquei realmente curiosa em ler.
    Sua resenha está ótima.

    beijinho

    #Ana

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  28. Olá tudo bem??
    Adorei sua resenha!! Esse livro me parece bem profundo e ainda mais por se tratar de uma doença que muitas vezes nem é lembrada, desde que vi esse livro eu fique com muita vontade de ler, já está na minha lista de desejados e claro a capa é linda!!
    Beijus
    www.biblitecaempoeirada.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oi Morgana, tudo bem? Eu já tinha visto esse livro por aí e ficado encantada só por causa dessa capa que é tipo muito maravilhosa. Mas agora, ao saber sobre o que ela fala, com certeza vou querer ler. Minha sogra tem uma colega com Lúpus e por causa disso acabei conhecendo. mas sei muito pouco. Então acho que esse livro me ajudaria bastante a entender sobre isso.
    Um beijão e parabéns pela resenha que está maravilhosa.
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Olá Morgs, amo leituras que retratam essa temática, tenho uma pessoa na família que tem Lupus, e tenho certeza que esse livro seria uma grata leitura. Bjkas

    ResponderExcluir
  31. Olá... nossa que livro.
    Não o conhecia e apesar de interessante e de ter ficado muito curiosa com a história, não sei se o leria.
    Tenho uma amiga que infelizmente tem essa doença e é complicado.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  32. Oi Morgs!
    Olhando a capa achei que fosse ser uma história ficcional mas pelo jeito é mais um relato, uma ajuda né? Achei interessante, apesar de não ser um tipo de texto que eu goste de ler. Nunca soube muito bem dessa doença e seria interessante conhecer mais um pouco do que essas pessoas sofrem.
    beijos

    ResponderExcluir
  33. Oie,
    Que enrendo massa! Desculpa é que não encontro outra palavra melhor. Eu gostei muito de livros com licantropos e isso me faz entender um pouco melhor sobre esse mito.
    Resenha mt bem explicada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Oii,
    Eu tenho uma amiga que sofre de Lupus, semana passada foi visitá-la no hospital. Sabe a dureza? Cortou meu coração. O pior de tudo foi vê a condição que as pessoas ficam no estado terminal. A minha vizinha faleceu ano passado. Eu não sei lidar com certas temáticas. E essa seria uma.

    ResponderExcluir
  35. Oie
    legal a resenha, não conhecia o livro e parece ser muito legal achei bem diferente o título e o enredo, gostei bastante

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Não conhecia o livro e nem esperava que fosse uma história com um conteúdo tão interessante e com tantas reflexões. Apesar de não parecer ser meu estilo de leitura, sua resenha me deixou super curiosa e com muita vontade de conhecer a obra.
    Vários pontos que você levanta na resenha me deixaram empolgada, sendo o maior essa coisa de pensar na vida como algo que precisa ser vivido por completo.
    Parabéns pela resenha!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  37. Olá,
    Mesmo que o tema não me atraia tanto, eu gostei de alguns pontos como a fé ser algo muito importante na história. O livro parece bem emocionante.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  38. Oi!
    Achei bem curioso, nunca tinha visto nada do tipo. Muitos autores mexem com doenças atualmente, mas dessa vez foi algo único.
    ótima resenha.

    Beijos
    http://www.mundoinvertido.com/

    ResponderExcluir
  39. A Chiado arrasou com essa capa. Adorei tudo! Título, premissa... sua resenha me deixou super curioso para experimentar essa leitura.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS