15/09/2016

Resenha l Vastas emoções, vagas promessas - Michele Pupo


Título: Vagas emoções, vagas promessas                           Editora: Penalux
Ano: 2012                                                                                              Compre aqui: Editora Penalux
Páginas: 126                                                                                        Skoob
Autora: Michele Pupo

Sinopse: “Vastas emoções, vagas promessas” é um Romance desmontável. Seus capítulos podem ser lidos, também, como textos independentes. E em cada uma das partes, em si mesmas um todo, encontramos a temática que permeia o todo Romance. A saber, o embate do humano com os contrastes da vida: doce/amargo, dor/prazer, dúvida/certeza...
As divagações sobre o amor, a tentação de se deixar engolir pela fantasia, as pequenas alegrias do cotidiano, a aversão pela rotina, a felicidade intensa, a tristeza profunda, a coragem de viver, o medo e o desejo pelo vazio. Todos esses elementos são apresentados em uma escrita que parece ecoar a proposta do Romance desmontável - há uma sobreposição de vozes que compõe uma única narração.
Mas, na medida em que a leitura avança, começamos a nos interrogar quem são os donos dessas vozes e se elas pertencem ao mundo externo ou a um mundo interno. Seriam uma única voz decomposta nas vozes e contra-vozes da complexa personalidade de Mariana? 
Assim, acompanhamos a personagem em suas erráticas reflexões, perseguindo vagas promessas de continuidade em sua história desmontável. E o leitor acaba sendo interpolado pelas vastas emoções que Michele Pupo sabe fazer verter por meio de sua escrita poética. 


Oiii gente, tudo bem?
Hoje venho trazer a resenha de um livro que foi uma delícia de ler, fiquei bastante surpresa diante da forma em que a autora escreveu, diferente do comum, como se estivesse conversando com o leitor.

Recebi esse livro em parceria com a Editora Penalux, eu não o conhecia antes, mas quando chegou fiquei tão feliz e encantada, que precisaria ler e trazer aqui no blog minha opinião, nem é sempre que temos a oportunidade de ler algo tão belo e encantador.


Vastas emoção, vagas promessas é um livro encantador e surpreendente, nos traz por entre as páginas tão pequenas pensamentos de Mariana, uma mulher que aprendeu a lutar contra si, seus instintos e vontades. Principalmente em relação de descobrir o verdadeiro amor, o amor próprio, aquele que muitas das vezes é deixado de lado ou simplesmente evitado.

"{Mas, moça, não se iluda. Não é ele e sim você. Tem tantas coisas que gostaria de lhe dizer, moça. São coisas assim impossíveis de ser ditas. Você me entende? Que lhe falar que a falta que você sente não é dele, não se engane. É tudo dentro de você. E aí que se dá o processo.}" Pág. 11

Amor próprio por Mariana foi descoberto por meio de dores e horrores que teve de enfrentar, encontrou na perde de alguém, um homem, o verdadeiro sentido de saber que sua felicidade não depende de outra pessoa, mas sim se de si mesma, aquela na qual que nos faz transbordar e assim poder amar o próximo.


Amor próprio é algo delicado a ser tratado, é por meio dele que mudamos, nos sentimos outras mulheres depois dos fatos que nos fizeram abrir os olhos. Amor próprio é nada mais que um riso frouxo estampado na cara, a vontade de viver se encontra nos olhos e o desejo da vida nas palavras, nas mãos ao tocar as coisas e a imaginar um futuro distante e belo.

"Sente vontade de chorar. E chora. A alma, às vezes, também precisa de banho." Pág. 57

Mariana sim, essa se entregou de cabeça ao mundo, se atirou de certa maneira em um precipício que faria mudar a sua vida, começara a depender de alguém que pouco se importava com ela, apenas a deixou só, sofreu momentos de tensão e falta da pessoa que tanto lhe agradava em certos momentos, mas decidiu assim mudar.


Se encontrar e ser a menina que sempre fora, feliz e sem depender de ninguém, aliás a felicidade vinha de si e não de alguém, ela precisava se amar e então se doar. Mariana não sabia simplesmente amar, era aquele amor de se entregar, possessiva, para ela era oito ou oitenta, tudo ou nada.

"Há quem não aprecie, há quem prefira a calmaria, o sossego, a estabilidade. Mas ela, criatura das tormentas, gosta mesmo é das paixões descomunais, daquelas terríveis, que cegam, que enlouquecem." Pág. 79

Dessa maneira a vida lhe propusera sonhos e surpresas a serem vivenciadas em todas as ocasiões, queria ser livre e não precisar e nem depender de alguém. Além disso, amar é estar livre, ter liberdade para ir e se quiser voltar, será bem vida, amor preso não dura. Não agrada a alma, amor sufocado mata e maltrata.



Essa maravilha de livro realmente mexeu comigo, são poucas palavras que de certa maneira alegram minha noite, foi uma leitura rápida, reflexiva e cheia de amores por Mariana, ela sim nos ensina tanta coisa em sua história que faz o coração acelerar de certa forma.
A edição está um arraso, é um livro pequeno, mas no tamanho de bolso. Porém, podemos perceber o luxo da obra, todas as folhas são pintadas de certa maneira e assim sendo lindas e belas. A cada folhear uma emoção por ver uma grandiosidade de material em uma obra tão meiga e pequena. Além disso, as letras estão grandes, folhas grossas e são capítulos curtos.

Os capítulos em si podem ser lidos separadamente, pude perceber que é uma ligação entre um e outro, porém não interfere se acaso lesse um e noutro dia qualquer ler outro, apenas demoraria mais tempo para encerrar a leitura, mas o sentimento continuaria o mesmo. 
No final do livro tem uma grande surpresa da Michele, ela nos revela algo surpreendente que até de certo ponto não notamos na leitura e após que li essa surpresa me apaixonei ainda mais por sua escrita e quero saber se ela já tem outras obras para adquirir. Sem esquecer que a escrita da autora é maravilhosa, cativante e nos faz emocionar com todos os detalhes, prende o leitor do início ao final.

Vastas emoções, vagas promessas é um livro que recomendaria para todas as pessoas que gostem de algo verdadeiro, diferente do comum, pois as frases mexem com a gente e nos abrem os olhos de certa maneira.


Sobre a autora:
Michele Pupo graduada em Letras e especialista em Língua Portuguesa portuguesa e Literatura. Professora por vocação. Leitora ávida. Camaleônica. Paradoxal. Às vezes Mínima. Migalha. Em outras Máxima. Magistral. Ora do bem, ora do mal.
Autora do livro de poesias Meus Devaneios, (Rio de Janeiro, 2012). Escreve para arrancar de si tudo aquilo que emociona, entristece ou agoniza.





Espero que tenham gostado dessa obra linda e até a próxima!


38 comentários:

  1. Olá Morgs!
    Eu não conhecia a autora e nem a obra.
    Na verdade a sinopse não me chamou tanta atenção. Porém, sua empolgação com a leitura me deixou curiosa e acho que só por isso daria uma chance a leitura. Vou procurar algo mais sobre.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros com essa narrativa, como se o leitor estivesse do lado numa conversa.
    Adorei a resenha e me deu vontade de ler
    Bjjsss

    ResponderExcluir
  3. Olá, que livro lindo de se ver, tem uma capa tão bonita, e pela sua resenha é também uma leitura linda, leve e encantadora, já quero! E ainda tem essa forma diferente de contar a história!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, Morgana! Não sabia desta resenha, encontrei por acaso na net! Obrigada. Como faço para te enviar meu novo livro? Entre em contato comigo: professoramichele85@gmail.com

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Adorei o livro, é algo que estou precisando!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Hei Morgana!
    Você suas postagens incríveis. Quero ler, gosto incomum.
    bJS

    ResponderExcluir
  7. Poxa, é tão emocionante quando um livro mexe tanto com a gente e nos faz refletir, né? Fico feliz que tenha gostado, a dica está anotada!

    ResponderExcluir
  8. Olá, que resenha linda <3

    Não conhecia a obra, o título chamou minha atenção e sua resenha que pegou por completo. Quero ler pra ontem!

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Oi linda,

    Você sempre arrasando nas resenhas *_*

    Eu achei esse livro parecido com aquelas bonecas russas porque me lembra delicadeza e pérolas preciosas...essa edição é linda demais.

    Gostei dos pontos que ressaltou e me deixou curiosa para saber mais sobre o enredo e as lições da personagem.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Que capa mais linda, que primor de obra. Realmente dá para perceber o cuidado na produção do livro. Realmente cantador.
    Gostei muito da história, da proposta. Pretendo ler em breve e ter essa belezura no meu acervo.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  11. Oi flor,

    Ao ler sua resenha me lembro do quanto o ano de 2016 não está fácil, a quantidade de pessoas famosas sim, pedindo o divorcio... Me fez refletir sobre como nos esquecemos de nos mesmos para cuidar de outra pessoa, daquela que escolhemos para amar. Não é egoísmo para se não cuidarmos de nos em primeiro lugar, quem irá cuidar? É certo de que se estamos saudáveis com nosso intimo estaremos prontos para lidar com outras pessoas. Muito linda a sua resenha. Parabéns. Sem dúvida é uma leitura que preciso nesse momento.

    Beijos Morgs.

    facesemlivros.com

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Que resenha empolgada.
    Gostei da capa e dessa diagramação do livro.
    Não conhecia a autora. Boa dica, hein.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. oi ^^
    achei bem diferente e interessante o fato de independente do capítulo que vc lê, não altera nada a leitura. cada um se conecta que de alguma forma e não fica confuso.
    apesar disso não foi uma leitura que me chamou atenção, por isso no momento eu não leria.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  14. Gente, que capa perfeita é essa? E esse enredo tão poético. Olha, indicação magnífica, esse é um livro que preciso ler, da capa a sinopse fiquei maravilhada, sua resenha só firmou o que senti.

    ResponderExcluir
  15. Hello! Tudo bem?
    Tinha visto a capa desse livro e achei tao linda e diferente.
    Não sabia do que se tratava a história e ao ler a resenha, vi que tem tudo que eu gosto.
    O titulo "Vagas emoções, vagas promessas" tb ja me chama bem a atenção e agora com esses pontos positivos da obra, vou com certeza tentar ler.
    Òtima resenha.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  16. Olá MOrgs, eu amo livros que conseguem transportar o leitor para uma viagem cheio de sentimentos e de poesia, é alma falando. Dica anotada. Bjkas

    ResponderExcluir
  17. Oi Morgs! Não conhecia a autora e nem o livro, e confesso que o livro em si não me chamou muita atenção, salvo pela resenha que você. De qualquer forma, vou passar a dica desta vez.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Me apaixonei por essa capa! O que mais me chamou a atenção foi isso dos capítulos poder ser lidos como se fosse contos e que no final todos eles se entrelaçam como normalmente acontece em um livro. Adorei muito.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Não conhecia a autora, mas fiquei bastante interessada a respeito de sua obra. Tenho uma paixão por livros que nos faz refleti, que mexem com o leitor, e acredito que esse livro seja dessa forma. A capa está bem bonita *---* E pelas imagens, notei que a diagramação também. Dica anotada, espero lê-lo em breve.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá, achei a diagramação bem bonita e diferenciada do livro. Confesso que quando você falou que era contos me desanimei um pouco, mas depois entendi haha Dica anotada :D
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, MOrgs
    Gostei da sua resenha sobre o livro, muito linda.
    Que bom que o livro mexeu com você, isso mostra que deve realmente valer a pena. Gostei da dica, ainda mais por ele ser leve e curtinho. Gostaria de ler.


    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  22. Oi, achei a premissa do livro interessante e belo, achei-o encantador e de uma leveza maravilhosa, um tipo de livro para ler quando estamos saturados de leitura densas e pesadas. Achei-o primoroso e acho que vale a pena ser lido. Dica anotada.
    bjus

    ResponderExcluir
  23. Amei sua resenha amiga, sério. Fiquei curiosa com essa leitura, não sabia sobre esse livro tenho que confessar. Mas agora irei procurar para ler.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Eu não conhecia o livro, mas gostei bastante da premissa dele.
    Gostei de saber que no final do livro tem uma grande surpresa da Michele, fora o fato da escrita da autora ser boa. Fiquei realmente interessada na obra.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Olá Morg, adorei a proposta do livro, demorei anos para conseguir minha auto estima depois de muito sofrimento, então sinto que irei me identificar com a personagem principal e eu adoro quando acontece essa identificação, dá mais vontade ainda de fazer a leitura

    ResponderExcluir
  26. Oiii, tudo bem?

    Só digo uma coisa; Apaixonada por esta edição. Muito linda. Delicada, amorzinho mesmo. O que me chamou atenção também foi o fato de os capítulos poderem ser lidos independentes. Achei muito interessante. Pois nunca li nada assim, já li, mas era contos. Então fiquei super curiosa por esta narrativa.

    ResponderExcluir
  27. Adoro narrativas em que a personagem consegue se encontrar, sem depender de um grande amor. O amor próprio é fundamental para que as mulheres se empoderem. Gostei muito do que você falou do livro. Espero ter a oportunidade de lê-lo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. O livro parece ser delicado e, ao mesmo tempo, com reflexões profundas. A proposta do livro é bem diferente e despertou minha curiosidade. Eu não conhecia a autora Michele Pupo. Uma resenha perfeita e uma dica incrível.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  29. Morgana, só conheço as obras da Penalux graças as suas resenhas e tenho que dizer que cada edição é mais linda que a outra.
    Amei a edição, diagramação e achei a história bem impactante, aquela que mexe com a gente e faz a gente refletir sobre.
    Anotado a dica.

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bem?

    Que dica interessante, não conhecia o livro. Gostei muito da sua resenha, dica devidamente anotada!

    bjss

    ResponderExcluir
  31. Oie!
    Que capa lindda é essa? E essa diagramação?
    Gostei muito dessa resenha, mas sinceramente, acho que apesar dessa história ser muito linda, não faz muito o meu estilo, então terei que passar

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  32. Adorei essa história de romance desconstruído, só aí já deu muita vontade de ler.
    Sua empolgação na resenha só reforçou ainda mais isso.

    Eu não conhecia a autora e nem o livro, mas já vou anotar aqui na minha listinha pra ler em breve.

    bjs
    Carol
    Paraíso Literário

    ResponderExcluir
  33. Olá.
    Não conhecia o livro, mas amei a capa. A premissa também me agradou muito, fiquei bem interessada. Amo quando autores escrevem livros que parecem falar com o leitor. Saber que o livro é reflexível também me deixa muito animada.
    Espero ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  34. Ola Morgs a capa está linda menina, e fico feliz que a leitura lhe agradou bastante, gostei da forma como a autora conta as histórias em capítulos que podem ser lidos separados, estou curiosa com as histórias. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  35. Oi Morgs!
    Adorei o tema proposto pela autora, mostrar que a nossa felicidade depende apenas de nós mesmos,no sentido de não dependência de outra pessoa é super interessante e sempre rende boas histórias.Fiquei super curiosa pra conhecer.
    Abraços

    ResponderExcluir
  36. Oie
    que resenha linda e que livro maravilhoso esse deve ser, adorei demais o título, a capa e a edição, muito amor, parabéns para editora

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Olá Morgs,

    Não conhecia o livro mas fiquei encantada com suas palavras, o enredo realmente parece nos fazer refletir e se emocionar com as experiências vividas pela personagem. Com certeza vou tentar adquirir um, aliás essa capa está tão delicada. Adorei sua resenha, muito esclarecedora.

    Abraços,
    Cá Entre Nós!

    ResponderExcluir
  38. Morgs, tudo bem?

    Adorei sua dica de hoje, que livro curioso! Não só pela estrutura e pela possibilidade de ler seguido ou por partes soltas, mas também por essa belíssima capa! Olho pra ela e já penso em livros clássicos, amei!

    Adicionei na minha lista de quero ler no skoob já. Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS