31/10/2016

Noche de Brujas


A SEMANA EN LA CIUDAD DE LA FURIA começou. Durante nove dias (é isso mesmo, êta semana prolongada!) divulgarei um conteúdo exclusivo sobre o livro NA CIDADE DA FÚRIA, da autora Fernanda Chazan Briones. Vai ter curiosidades sobre a obra? Vai, sim! Vai ter trilha sonora das boas? Vai também! E entrevista, vai ter? MAS É CLARO QUE VAI! O livro, do qual falarei melhor amanhã, conta a história de uma garota corajosa e determinada que quebra todos os padrões. Rachel é seu nome, e Buenos Aires é o cenário de toda a trama. Acompanhe a semana dia após dia e conheça aquilo que nunca te contaram sobre a capital argentina. História, cultura, costumes e – por que não? – muitas lendas urbanas. Lendas como essa, que a autora selecionou especialmente para a noche de brujas. Confira para ter certeza: existe terror na Argentina, sim. E ele é dos bons!


TERROR BAJO LA CAMA

Não se conhece a origem dessa lenda urbana, nem em que família a história aconteceu. O que se sabe, no entanto, é que essa é uma daquelas histórias que nunca morrem. E você já vai descobrir o porquê. 

Uma família estava noites e noites sem dormir. Já tinha perdido a conta e a paciência, e sentia que não havia mais o que fazer.  

Tudo havia começado um ano antes, com um aparente pesadelo da filha. Um grito apavorado no meio da noite, os olhinhos que pareciam desorbitar-se e a insistência em repetir que, no dormitório, algo a observava agachado em meio às sombras. Os pais reviraram o quarto inteiro, procurando por todos os cantos. Detrás das bonecas de olhos de vidro, debaixo da cama, dentro do guarda-roupas e na caixa de brinquedos... nada, não havia nada, mas a menina não se tranquilizava. E para piorar, a angústia e os temores começaram a reaparecer noite após noite. 

Houve um descanso de quinze dias, mas superado esse lapso, o terror da menina voltou a manifestar-se. Foram longas noites para toda a família, com gritos e lágrimas constantes. 

Os adultos decidiram então levar a menina aos melhores médicos de Buenos Aires, que ordenaram urgentemente tratamentos e terapias. Apesar de tudo que tentaram, os resultados foram negativos. O desespero era tanto que pensaram que iriam enlouquecer. Provaram, então, outros meios. Recorreram ao misterioso mundo de médiuns, adivinhos, curandeiros e mulheres que podiam ver além do que vemos. Mas, ainda assim, nada mudava. A menina continuava a sentir medo à noite e dizia que algo a observava debaixo da cama. 

Um amigo havia escutado os padeceres da família durante esses longos meses e decidiu que os aconselharia. “Vocês já pensaram em comprar um cachorro? Eles sempre dão a vida por seu dono. Se o que incomoda a garota é algo real, o cachorro com toda certeza irá defendê-la. Se é outra coisa, dizem que os animais têm um sexto sentido, e também irá protegê-la”, argumentou. 

O rosto sério do amigo e o cansaço e a preocupação que sentiam fizeram com que o casal se decidisse logo. Afinal, já tinham experimentado tantas coisas que não funcionaram, que não perderiam nada em tentar essa opção. 

A menina ficou feliz com o filhotinho que a acompanhava o tempo inteiro, para cuidá-la e para velar seu sono. Assim, estabeleceu-se entre eles um pacto implícito: quando a garota sentia muito medo e estava segura de que algo a ameaçava, colocava a mão para fora da cama. Sabia que ali debaixo encontraria seu cachorro que, rapidamente, correria para lamber sua mão, para que logo se acalmasse e pudesse dormir tranquilamente. 

Os pesadelos então ficaram para trás, como também as longas noites de desespero e espanto. A família se tranquilizou e logo esqueceu os acontecimentos tão dolorosos. 

Tempos depois, os pais foram convidados para uma festa. As crianças não eram bem-vindas, portanto deixaram a menina sozinha em casa, aos cuidados de seu animal de estimação. Na madrugada, antes que o casal voltasse, uma tempestade desatou a cair. A água batia furiosamente contra os cristais da janela, os relâmpagos formavam figuras estranhas no quarto e o vento enlouquecido parecia gritar palavras incompreensíveis entre as árvores do jardim. A menina acordou apavorada, tremendo e suando frio. Sentiu que algo tinha voltado a observá-la naquela espantosa. Então, como sempre, colocou a mão para fora da cama, e rapidamente sentiu seu cachorro lamber suas mãos. 

No outro dia, tudo havia mudado. A chuva tinha dado espaço a um sol radiante que entrava pelas janelas. A garota acordou e se espreguiçou. Tinha dormido tranquilamente depois do susto da noite anterior. Colocou os pés para fora da cama e os apoiou em um pequeno tapete. Inquietou-se ao sentir algo úmido e pegajoso na sola dos pés, mas pior foi o impacto quando viu seu cachorro degolado no carpete. Angustiada, começou a chorar desesperadamente, enquanto chamava seus pais. 

As lágrimas e o estado de choque em que se encontrava impediram que visse no espelho de seu quarto as letras escritas com sangue: “não só os cachorros lambem as mãos”. 

(trecho traduzido de “Buenos Aires Misteriosa – crímenes, leyendas y fantasmas de la ciudad”, ZIGIOTTO, Diego M.) 

NA CIDADE DA FÚRIA

Pré-venda disponível: 
www.lojinhadatiafe.loja2.com.br

Lançamento em São Paulo: 
Sábado, 12/11, na Livraria Leitura do Shopping Cidade São Paulo, das 15h30 às 18h30.

Continuem acompanhando que a semana vai ser divertida!

47 comentários:

  1. oie!!!! Morgs
    adoroooo lendas urbanas.
    Seu post está perfeito para o Halloween!
    Fiquei super curiosa, vou acompanhar aqui e se der vou ao lançamento.
    bjss

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Uau gostei muito do trecho apresesentado, gosto muito de horror e lendas urbanas, dica super anotada

    ResponderExcluir
  3. Eita que parece ser muito interessante tudo isso. Gostei bastante desse trecho traduzido. Amei a ideia de ter trago algo da Argentina para nós.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  4. Oi, Morgana. Eu não gosto muito do gênero e poucas obras me despertam interesse. Achei legal essa semana prolongada e vou ver se dou uma passadinha por aqui para acompanhar algumas das postagens.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bom?

    Amooooo lendas urbanas!
    Adorei seu post!

    Beijos:*
    treslivrolatras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Morg do céu, eu comecei lendo a lenda urbana e adorando e na metade percebi que já li ela a anos atrás, quando era bem pequena e nem lembro onde, que gostoso relembrar essa lenda, ela faz parte do livro da autora ou é apenas uma lenda urbana argentina? fiquei super empolgada, tenho lembranças que quando li esse conto pela primeira vez não dormi por alguns dias kkk

    ResponderExcluir
  7. Caraca Morgs! Eu quero ler esse livro. Indo dar uma espiadinha pra saber quanto custa o livro na pre venda.
    Eu adoro lendas urbanas. rs
    Uma que me metia medo quando crianã, ainda no primário era "A Loira do Banheiro" kkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Morgs! Vou fazer o possível para não perder nada está semana! Sou fascinada por lendas urbanas e a forma como você começou a falar sobre ela foi empolgante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Já estou ansiosa pelas curiosidades do novo livro da Fernanda Chazan e pra saber mais sobre ele. Já li essa lenda algumas vezes mas ainda assim sempre fico nervosa quando imagino a situação que a lenda descreve. Não sabia que era uma lenda urbana que teve origem na argentina, achei uma informação interessante.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  10. Nossa! AMO lendas urbanas!! <3
    Adorei esse trecho!!
    Obrigado por trazer essa tradução para nós!!

    #Ana

    LiteraKaos!

    ResponderExcluir
  11. Eu odeio livros de terror, mas amo lendas urbanas da pra entender?? Amei a que você contou aqui, pois ainda não conhecia. Ela é da argentina ou apenas uma contada pela autora? Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá Morgs,

    Eu adoro lendas urbanas então fiquei super animada com essa aqui, não conhecia o livro da autora mas quero muito adquirir o exemplar. O banner de divulgação ficou lindo viu? Adorei a sua ideia de fazer uma semana mais interativa.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  13. Olá, adoro o tema de lendas urbanas e histórias do tipo. Vou adorar acompanhar essa semana e saber mais sobre o trabalho da autora. Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Lendas Urbanas são as que me deixam com mais medo rs' mas são tão instigantes que fica impossível não querer ler. O livro da autora parece ser muito bom e recheado.. a semana vai ser muito boa e espero poder conferir!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá.
    Eu gosto muito de lendas urbanas. Eu já tinha ouvido falar desta lenda quando era mais nova e me assustou tanto que passei muito tempo dormindo com as luzes ligadas rsrs. Atrás vez desta narrativa dá para criar tantas teorias que minha cabeça começa a girar rsrs.
    Gostei desta versão.
    Bjssssss

    ResponderExcluir
  16. Tadinho di cachorro gente :(
    Eu sou meio medrosa hahaha
    Não sei se leria o livro, se for pro lado dos espíritos... mas para quem gosta parece ser mto mto bom!

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Quando penso em Lendas Urbanas, logo lembro do quadro do domingo legal, e ficava morrendo de medo toda semana com as lendas, kkkk
    Acho que esse livro seria uma leitura cheia de diferentes emoções e recordações de uma época que gostava bastante...

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Adoro lendas urbanas hahaha e apesar de já ter imaginado esse final, me deu um pouco de medo do mesmo jeito hahahaha Mas adorei você trazer esse conto para a gente e vou esperar pelos próximos também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Oi Morgs
    Adoooogo essa lenda urbana, kkkkkkkk, é uma daquelas histórias que pensamos... Pq não pensei nisso antes??? ;)
    Ótima postagem, foi ótimo relembrar dessa horripilante história!
    Bjokas

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oie que medo! Sou uma medrosa incurável devo confessar e esse fim da lenda urbana quase me matou hahaha.
    Adorei o post.


    Beijos^^

    ResponderExcluir
  21. Adoro lendas urbanas e fiquei mais curiosa ainda por ser da Argentina!
    Vou ficar de olho.
    bjos

    ResponderExcluir
  22. OI
    Mininaaaaaaaaaaaa que medo!! Que loucura! Eu definitivamente não sirvo para literatura de terror, não sou valente! E tadinho do cachorrinho!!!!

    Talita - Viciados em Leitua

    ResponderExcluir
  23. Morgs terminei de ler arrepiada eu hein, amei o conto e olho não sou muito fã desse gênero, mas esse me prendeu demais. Não conhecia e já gostei, para uma medrosa como eu já é grande coisa. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  24. Oie
    muito legal a historia, eu amo o gênero e ler essas coisas me deixa pilhada e arrepiada hahaha adorei

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá, não tinha nada do livro até o momento, e foi bom ver algumas impressões sobre ele. Vou estar acompanhando sua semana por aqui .

    ResponderExcluir
  26. Oi Morgs,
    Eu nem colocaria como hipótese colocar a mão para fora para receber uma lambida. Nunca! Hahaha
    Amo lendas urbanas por isso curti a indicação de hoje.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  27. Ai credo, me deu até arrepios essa lenda urbana. Nem devia ter lido, do jeito que sou impressionável se um dos meus gatos vier me lamber vou ter que conferir bem se são eles mesmos. Fiquei com dó do cachorro. :(

    ResponderExcluir
  28. OI Morgana, tudo bem? Que lenda maravilhosa. Assim como toda lenda urbana que leio essa me deixou assustada e arrepiada kkkk mas vou continuar acompanhando. Beijos

    ResponderExcluir
  29. Olá lindona,
    amei esse texto, o livro em questão me parece interessante mas, não conheço. Vou dar uma procurada a respeito.
    Beijocas


    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  30. Morgs, achei super massa essa ideia de passar a semana explorando o tema! curto demais essa vibes que só lendas urbanas trazem. mas fica uma pergunta? o livro é em espanhol? pq eu sou péssima em espanhol kkkkk e gostei muito da sinopse

    beijos, isa
    http://isaloucaporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Lendas Urbanas são tão maravilhosas como sinistras.
    Acho que se fosse a menina teria ficado doida já, pensar sentir medo toda noite???!?
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  32. Olá.
    Quem não curte uma boa lenda urbana não é mesmo?
    E eu curti muito essa, achei bem interessante hahahahahaha.Achei o post mega legal, não tinha lido ainda um post com lendas urbanas, muito bacana.

    ResponderExcluir
  33. Olá, adoro lendas urbanas ♥ Estou adorando o trabalho da autora!
    Um beijo.

    https://apenasumaamanteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Oie
    eu amooo lendas urbanas, adorei o post hahaha muito legal mesmo, parabéns

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Oi Morgs,
    Nossa tô morrendo de dó do cachorro gente! Ele nem tinha nada a ver com a história e acabou pagando o pato. Conto interessante, gostei muito apesar do cachorro. rsrs
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  36. Gente, socorro, Morgs. Isso não se faz, fiquei com medo aqui kkkk
    Adorei essa lenda urbana, coitada da garotinha. Depois disso tenho certeza que quero ler esse livro!

    ResponderExcluir
  37. adorei as imagens ilustrando o post... tava querendo saber mais desse livro e tuas postagens serão otimas pra isso ^^
    tô bem curiosa :D
    bjs, Morgs

    ResponderExcluir
  38. Olá! Eu tinha lido um post sobre este livro e não tinha me chamado nada a atenção, mas seu olhar me deixou com uma pulga atrás da orelha. Acho que vou querer saber mais um pouco sobre a obra sim!
    Perfeito seu post.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  39. Que interessante! Lendas urbanas geralmente rendem bons arrepios não é mesmo, fiquei super curiosa quanto ao conteúdo dos próximos dias.
    Abraços

    ResponderExcluir
  40. Oi Morgs, também sou parceira da Fernanda, e achei muito criativa a semana de divulgação. Se não morasse tão longe iria ao lançamento. Adorei o livro, e essas informações nos deixam ainda mais ligadas ao livro. beijinhos

    ResponderExcluir
  41. Amo lendas urbanas e histórias com a cultura local, então sem dúvida alguma fiquei doida para acompanhar esta semana tão especial.

    ResponderExcluir
  42. Que massa! Adorei o conto.
    Tentarei continuar acompanhando.

    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  43. Estou gostando das postagens, pois estava curiosa sobre o livro e curti muito o pequeno texto, quero ter oportunidade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  44. Oieeee
    Tudo bom?
    Achei o conto maravilhoso, adorei mesmo.
    Quero poder acompanhar essa semana super bacana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  45. Olá, tudo bem? Amei o conto, que isso hahaha como assim, lembrei logo de pretty little liars por causa do espelho!

    ResponderExcluir
  46. Que post maravilhoso! Gostei muito da lenda (arrepiante) e estou muito interessada em fazer a leitura da obra. Vou dar uma olhada nos outros posts para saber mais. Adorei!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  47. Oláaaa
    Menina que postagem original.
    Adoro lendas urbanas essas que você postou dão até um calafrio, me lembrei um pouco da minha infância. Beijoooos

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS