18/10/2016

Resenha l A Obscena Necessidade do Verbo - Letícia Palmeira


Título: A Obscena Necessidade do Verbo                               Autora: Letícia Palmeira
Ano: 2016                                                                                                   Editora: Penalux
Páginas: 66                                                                                                 Compre aqui: Loja Penalux

Sinopse: A obscena necessidade do verbo grita nos quintais e nos vasos de planta. Ela está nas bancas dos jornais, no olhar curioso das senhoras que rezam seus rosários curtos, no riso ingênuo da moça e nos braços que envolvem casais. É um diálogo curtido, de café e improviso, entregue ao pensar tagarela que nos devora. E agora é livro. Admire sem espanto. É todo seu o ato de questionador que é tão belo quanto humano.


Oii gente, tudo bem?
Hoje venho trazer a resenha de um livro que solicitei em parceria com a Editora Penalux, quando o vi em sua loja fiquei pensando “O que será que essa obra esconde de nós? ” Eis que solicitei e não me arrependi, a capa revela algumas coisas, mas o interior da obra é impactante.

A obscena necessidade do verbo foi um livro que me surpreendeu, que devorei em duas horas sentada no sofá, meus olhos não conseguiam parar de ler diante da impressionante história e mistério que a obra traz, vocês vão adorar conhece-la.


Essa é uma obra de nos deixar curioso, ninguém ao certo sabia quem era Lucélia com quem a narradora conversa. Podemos nos entreter e ficar nessa curiosidade de saber se ela é uma amiga, empregada doméstica ou até mesmo uma psicóloga para aguentar tantos desabafos da própria personagem principal.

"Não saber o mal que lhe causa é quase como não sentir o mal." Pág. 28

Lucélia é uma mulher cheia de dúvidas que nos deixa martelando o tipo de pergunta que ela questiona a narradora, de onde ela tira tanta criatividade. Já a narradora essa sim é desabafo da vida, é ida e vinda de frases soltas que se encaixam no cotidiano de cada indivíduo, são verdades ditas com poucas palavras que nos desmoronam e nos revelam.


A narradora é nada mais que uma mulher que está a criticar momentos que de diversas vezes deixamos escapar entre os dedos, são alguns raros e rápidos, ela traz à tona a revolta de um amor ou a vivência de quem só teve experiências tristes e emocionantes em seu passado. São conversas paralelas de nos abrir os olhos e pensarmos sobre os nossos atos.

"Pois é quando se fala mais baixo que se busca maior atenção. Não são as vezes que gritam que precisam ser ouvidas. Mas sim as vozes caladas." Pág. 42

São tantas emoções, situações que encontramos diariamente, por exemplo, uma pessoa fofocar sobre a vida de outra é como se gostaria de ter outra vida ou a invejar, simplesmente por não se sentir habituada e feliz com a sua, são coisas que não percebemos, sobre como que o tempo sempre vai salvar a vida, cura de tudo e nos traz felicidade, como o dinheiro pode mudar e tornar uma pessoa interesseira. Lucélia e a mulher a desabafar trazem a obra um ar diferenciado e espetacular, com linhas sem parágrafos nos revela que não é uma obrigatoriedade.



A obscena necessidade do verbo é um livro encantador que nos revela cada coisa linda, é ver que os parágrafos não são tão necessários quando a obra é impactante dessa maneira. Pude relembrar de tantas pessoas em relação aos assuntos tratado na obra que chega a dar uma felicidade. 
Outra parte que me deixou encantada foi o mistério da personagem Lucélia, ela sim pode ser vista da maneira em que o leitor querer, basta ter imaginação. A escrita da Letícia é maravilhosa e compreensível, palavras fáceis, e pude notar em alguns momentos um pingo de ironia, tornando a obra não cansativa. Além do mais, a obra está um arraso, letras legíveis e cheia de desenhos no qual mostrei nas fotos acima.

Recomendo esse livro para todas as pessoas, adoraria que tivessem oportunidade e vontade de ler algo assim.


Sobre a autora:
Letícia Palmeira nasceu em São Paulo, mas se considera paraibana desde suas raízes. Graduada em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, faz de seu ofício de autora uma forma de estar sempre ao lado da literatura. Publicou contos e crônicas em Artesã de Ilusórios (EDUFPB, 2009), Sinfônica Adulterada (Multifoco, 2011) e Diário Bordô e Outras Pequenas Vastidões (Multifoco, 2013). Seu primeiro romance, Sol e Névoa, veio ao público em 2015. A Obscena Necessidade do Verbo é seu segundo livro publicado pela Editora Penalux.

Espero que tenham gostado dessa obra e até a próxima.


33 comentários:

  1. Olá! Nossa, fiquei com muita vontade de ler, já adicionei a lista.
    Me lembrou um pouco do livro "O sal da vida" que traz muitas reflexões.
    Beijinhos

    Blog Coisas da Juu Participe do Top Comentarista: O orfanato da Srta Peregrine

    ResponderExcluir
  2. Adoro quando autores exploraram nossa criatividade e curiosidade em um livro!!! Por ele ser curto, certeza é uma obra muito boa de se ler.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Menina, esse é o tipo de livro que compro só pelo título, desde que vi a foto, fiquei encantada e absurdamente curiosa, gosto dessas pegadas em que o autor ou autora sabem usar da estética para criar enredo fabulosos.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Morgana. Por ter lido e escrito sobre o livro. A Obscena Necessidade do Verbo ainda é um mistério para mim. E você o desvendou de forma atenta e muito detalhada.

    Resenha perfeita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá, o título me chamou a atenção pois pensei que teria algo mais ligado com a língua portuguesa mesmo, MAS, o verdadeiro tema também me chamou muito atenção e como é bom ter um livro de leitura rápida, que prende e faz pensar ... gostei da indicação :*

    www.monicadk.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oie

    Fiquei com muita vontade de ler, parece ser um livro bem em um estilo que gosto.
    Fiquei curiosa com a personagem Lucélia!!!
    Sua resenha ficou muito perfeita, passou muito bem a ideia do livro. Parabéns!
    Vou levar a dica.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. ah, deve ser um livro encantador... a principio achei se ratar de poesia hahahaha mas estava enganada...a premissa me deixou bem curiosa... e essas ilustrações lindas??? *-*

    tentarei ler se pintar a chance... bjs :D

    ResponderExcluir
  8. Ou Morgs não conhecia o livro e achei incrível o fato da Autora mexer com nossa imaginação. Pelo visto é um leitura vem interessante mesmo. Obrigada pela dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá morg, o livro realmente parece ser lindo, parece trabalhar bastante na psicologia, no ouvir, se entender e repensar as coisas rotineiras que talvez pareçam futeis mas podem causar bastante impacto em outras pessoas, já anotei na listiha, bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    O livro parece ser realmente interessante mesmo, capaz de mexer com a nossa imaginação, então fiquei muito curiosa para realizar a leitura e conhecer um pouco mais do enredo.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Morgana, não conhecia o livro.
    Adorei a capa.
    Apesar de ter gostado muito da história e da sua resenha não me empolguei muito em ler, mas parece ser um livro leve e rápido.
    O que é bem bacana.

    ResponderExcluir
  12. Oi!

    Gostei bastante da tua resenha, pois conseguiu me deixar doida para ler este livro e conhecer melhor a história.
    Ainda não o conhecia, mas não vejo a hora de me envolver nestas páginas.

    ResponderExcluir
  13. Olá Morg, adorei a resenha, não conhecia o livro e já fiquei curiosa, começando pelo título <3

    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Oi Morg!
    Me interessei muito pelo livro.
    Interessante esse título e o que quer dizer hei?
    O falar inevitável e despudorado. Gostei. Anotado e se tiver em ebook na Amazon já é meu!
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá, fiquei curiosa pelo livro, e achei interessante. Dica anotada!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. QUe livro legal Morgana! Fiquei super curiosa! Parece ser uma delícia de ler e se identificar... beijos

    ResponderExcluir
  17. Nossa, eu nunca tinha ouvido falar deste livro, mas agora com a sua resenha eu não só conheci como fiquei morrendo de vontade de ler e descobrir todos os assuntos incríveis que ele aborda.
    Espero ter essa oportunidade em breve, pois estou bem no clima para ler livros deste estilo que tratam sobre esses tipos de tema.
    Bjsss
    http://blogdosjovensleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Morgana! Tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas adorei a capa, adorei a sinopse, adorei a diagramação e sua resenha me deixou super curiosa para ler. Isso sem falar que o livro é super curtinho, dá pra ler rapidinho! Adorei o post! Bj

    ResponderExcluir
  19. Oi Morgs, tudo bem? Amei esse livro. A premissa é muito boa e as ilustrações fofas. Pena que é curtinho, mas o que realmente importa é o ótimo conteúdo. Vou tentar ler sim. Bjs

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    De início, achei que era livro didático hahaha mas gostei bastante, não conhecia, mas essa temática é muito boa, adorei a abordagem!

    ResponderExcluir
  21. Adoro quando o autor sai do lugar comum e nos surpreende com a forma de nos contar sua estória. É intrigante tentar imaginar quem seria Lucélia ou mesmo a tal narradora. Adorei o texto da página da foto, parece gostoso de ler e tem um ritmo interessante. Super anotada a dica.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  22. Oie
    adorei essa capa e parece ser um livro muuuito bom, gostei da resenha, do enredo, de tudo, dica mais que anotada

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Morgs,
    Quando comecei a ler a sua resenha, pensava que essa obra seria uma obra de poesia. Não gosto muito de livros de poesia, por isso, estava totalmente desinteressado, mas ao terminar de ler a resenha fiquei querendo muito ler A Obscena Necessidade do Verbo.
    Parabéns pela excelente resenha.
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  24. Olá,
    A premissa dessa obra me deixou bem intrigada, principalmente por conta de Lucélia e o fato de não saber quem realmente ela é no decorrer da trama.
    Ver que o livro nos traz pensamentos que muitas vezes nos fogem no cotidiano e saber que eles lhe fizeram lembrar de várias pessoas me deixou bem curiosa.
    Dica anotada e pretendo tentar fazer a leitura em breve.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Quando li o título só consegui pensar na importância do verbo dentro da gramática. Verbo é ação, é atitude, algo com o qual simplesmente não é possível ser, ainda mais quando o "ser" já é um verbo. Curti a reflexão feita a partir disso e também da sua resenha! Ainda não tinha ouvido falar sobre esse livro.

    ResponderExcluir
  26. Oiee ^^
    Primeiro de tudo: eu adorei o seu fusca e a kombi ♥ eu sempre quis ter um fusca rosa e uma kombi azul...hehe'
    Ainda não conhecia este livro, mas gostei da premissa dele, apesar de não ser bem o tipo de livro que eu estou querendo ler no momento, e achei a capa bem fofa ♥ Gostei.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  27. Olá.
    Não conhecia o livro e embora ele tenha um titulo bem interessante, mas infelizmente a premissa não chamou tanto minha atenção. Mas confesso que fiquei um pouco curiosa, principalmente com o mistério da personagem Lucélia.
    Amei sua resenha e as fotos.

    ResponderExcluir
  28. Não conhecia o livro. Achei a temática bem interessante, mas meio confuso...
    Acho que só lendo mesmo para saber... rs
    E levando em consideração que você levou duas horas lendo ele, vale a pena parar para conhecer!
    =)

    #Ana

    LiteraKaos!

    ResponderExcluir
  29. OOi Morgs!
    É o seguinte, os livros que vejo aqui são livros que com certeza não compraria em uma livraria. Mas depois de suas resenhas... Haha Sempre diferentes e encantadores!
    Bem instigante! Gostei da premissa, e por ser curtinho deve ser uma leitura gostosa. Dica anotada!

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  30. Olá,
    De vez em quando gosto de livros com formatos diferentes, o que parece ser esse caso.
    Leria por curiosidade.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  31. Oi!!

    Morgana, esse livro e bem astuto, o fato da personagem desabafar com um ser oculto com toda a certeza desperta a curiosidade de qualquer um. A sinopse já é atrativa e bem influente, não recordo de ter visto esse livro por aí. Enfim, obrigada pela dica e vou procurar saber mais sobre a obra e autora. Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Olá Morgana, ainda não conhecia o livro mas depois desta resenha, como não se encantar? O livro traz temas importante tratados de uma forma tão singela que chego a imaginar tudo que ele reserva. Precisamos de mais publicações assim, encantadoras.

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS