08/12/2016

Resenha l O Mundo Perfeito - Claúdia Marczak


Título: O Mundo Perfeito                                                                 Editora: Penalux
Ano: 2016                                                                                                  Compre aqui: Loja Penalux
Páginas: 204                                                                                             Skoob
Autora: Claúdia Marczak
Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: "O cheiro de tabaco de Severino tomava o ar. Eduardo nunca fumara. Eduardo nunca fizera nada que não fosse politicamente correto. (...) Estava cansada. Eduardo beijou sua nuca levemente. Luisa sentiu vontade de chorar." Luisas, como a do romance de Cláudia Marczak, são mulheres que percebem tarde que o mundo escolhido não é o que almejaram. A única liberdade se encontra na ousadia de aventurar-se. Os romances de Marczak são portas para o universo feminino, aparentemente desconhecível, mas, na obra da autora, cada vez mais desnudo, claro e profundo. O romance O Mundo Perfeito me fez cair de um cosmo idealizado em direção à matéria pecaminosa. Não há um justo sequer, homem ou mulher." 
Anderson Foncesa - Escritor.

Oiiii gente, tudo bem?
Hoje é dia de trazer uma resenha do livro “O Mundo Perfeito” da querida Cláudia Marczak, recebido em parceria com a Editora Penalux. Em outra vez, já tive oportunidade de conhecer a escrita da Cláudia e me apaixonar em cada entrelinha e, dessa vez não foi diferente. Porém, a obra se mantém mais tocante e realista.

Foi uma obra que fiquei contente em ter tido oportunidade de realizar, pois era um dos lançamentos da Penalux e estava querendo o solicitar o quanto antes. Tenho certeza que irão gostar.


O mundo perfeito pode-se ser considerado uma história real, diante de que todas as mulheres enfrentam esse momento de suas vidas. Luísa sempre fora uma mulher de classe e gostava de gastar e comprar tudo que via a sua frente, em alguns momentos quando se via entediada ia para o shopping comprar alguns lançamentos das suas lojas preferidas e dessa maneira Eduardo não se importara, apenas queria ver a mulher feliz.

"Gostava de ficar assim, no escuro praticamente absoluto da noite, quando a casa toda já estava em silêncio." Pág. 9

Mas, Luísa se via encurralada na sua vida, nunca fora muito chegada em crianças e Eduardo tinha o sonho de encher a casa de filhos, sempre ter aquela correria de crianças e barulho pela casa, e isso a irritava, achava tudo tão sem graça que chegava a ter medo de engravidar novamente e nascer o terceiro filho até que os dois primeiros não lhe agradavam.


Tivera com Eduardo com tanto amor, um filho, mas ela não o amava como devia, ele era magrinho e pálido, não tinha forças para fazer nada e assim ela o queria cada vez mais distante, contratara uma babá para cuidar dele e de sua irmã, filha de Luísa também. Porém, era diferente, cheinha e gritona, gostava de chamar atenção e espernear quando as coisas não saiam de seu jeito, era outra que era deixada de lado e sem ser amada pela mãe, tinha vergonha de ter uma filha destas.

"Sorria por dentro ao pensar que nenhuma delas teria como imaginar o que havia se passado alguns dias atrás. Essa lembrança pertencia a ela e era como uma conquista de um território inexplorado." Pág. 81

Por outro lado, Eduardo era encantado com as crianças, vivia viajando e quando voltava trazia vários presentes e viva dando carinho a elas, coisa que Luísa não tinha capacidade de fazer e nem vontade, queria acreditar que esses filhos não eram seus, amor era o último sentimento que poderia imaginar ter a respeito deles.


Até que finalmente uma luz apareceu em sua vida, Severino fora contrato por Eduardo para arrumar um banheiro que estava com problemas. Severino era um homem de personalidade forte, tinha um corpo moreno e um bigode grosso, mas sabia fazer filhos bonitos, oh se sabia! Seus dois meninos encantavam Luísa diante de tanta beleza e uma saúde sem igual, e resolvera se arriscar com aquele homem.

"É muito gratificante você poder escolher por si só o dia propício das coisas." Pág. 183

Era assim a vida de Letícia, ela queria se aventurar e Eduardo a provocara e dizia que de todas as maneiras queria um novo filho, um terceiro para encher a casa, ela por si, sabia que o homem tinha um mal em fazer filhos, os dois que fizeram não nasceram da forma em que lhe agradavam e ela acreditava que quem sabe Severino seria a salvação, ou a mulher do homem era linda e conseguir ter toda essa beleza de meninos. Luísa queria uma mudança em sua vida e assim teria uma grande novidade a todos depois de algum tempo.



Cláudia Marczak traz em sua obra mais uma Luísa, creio que a autora tenha certa paixão por esse nome tão lindo e comum, é um nome de poder que representava toda a liberdade de uma mulher que precisava. Podemos perceber a força que a mulher tem, a vontade de viver e ao mesmo tempo a vontade de não querer ou amar o que está a sua volta, o amor muita das vezes não precisava ser belo.

A edição está um arraso! Folhas amareladas e as letras de uma maneira agradável para realizar a leitura, não cansando em nenhum momento, além do mais não encontrei nenhum erro que fosse prejudicar a leitura, tudo no seu devido jeitinho que os leitores adoram! Foi um livro maravilhoso e gostei tanto que vocês nem imagina, a editora sempre procura trazer temas atuais e que possam mexer conosco, nos alegrando ou nos fazendo refletir, agradeço a oportunidade de ter lido mais uma obra deles e espero continuar acompanhando. Recomendaria esse livro para todos, tem romance, um leve suspense das cenas entre Luísa e Eduardo e segredos a serem revelados durante a leitura.


Sobre a autora:
Nasci no litoral de São Paulo, na cidade de Santos, no ano do Cavalo de Fogo. Comecei a me interessar pelas letras aos 8 anos, com meus primeiros poemas. Na adolescência comecei a me encantar pela poesia e escrevi meu primeiro livro amador. Em 2010, fiz a publicação independente do meu livro de poemas Caos e, no mesmo ano, Lugar Algum, pela Editora Corpos de Portugal.
Em 2014 publiquei pela Editora Penalux meu primeiro romance. A flor da pele. Atualmente sou colaboradora-contista do site Literaturabr. Acredito na arte como a principal e mais autêntica forma de expressão humana.


Espero que tenham gostado dessa resenha e até a próxima!

40 comentários:

  1. Olá Morgs, tudo bem?
    Nossa, mais uma super dica de leitura sua que eu super curti. Amei a premissa d livro e essa capa chegou a dar até um aperto no peito. Amei a sua resenha. Espero ter a oportunidade de ler essa obra em breve. beijos

    ResponderExcluir
  2. Oieee
    Não conhecia a obra. Me pareceu ser um livro muito sensível e bonito e gostei de conhecer a autora, vou procurar as outras Luisas hahah
    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oie
    não conhecia o livro mas parece ser muito legal, gostei do enredo, parece ser uma história com muitas reviras voltas e realmente a edição está muito bonita, beal dica,

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha e fiquei super curioso para ler, além disso, amei a capa, que capa maravilhosa O_O
    Grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  5. Apesar do livro me parecer muito interessante, infelizmente não se encaixa no gênero que eu gosto de ler.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Morgs,

    Não conhecia o livro, mas gostei muito das suas considerações e embora fuja um pouco da temática que eu costumo ler, gostei muito do enredo e pretendo futuramente dar uma chance a essa história.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  7. Oii Morg, tudo bem?

    Você sempre trazendo livros maravilhosos! Adorei a dica, não cohecia!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Morgs tudo bem?
    Nossa achei esse livro um pouco polêmico não? Letícia e Eduardo são um casal intrigante e o fato de ele não fazer filhos normais? Achei bem diferente dos livros que estou acostumada a ler e como sempre você trazendo dicas de livros que nem sequer imaginávamos que existem. Gostei muito da premissa e pela resenha parece ser um livro bem interessante.
    Anotei a dica.
    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro, e apesar do enredo parecer ser cheio de boas reviravoltas, confesso que não vou ler no momento.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Nossa mais que história, fiquei bem curiosa com o desenrolar.
    Tem aparecido cada vez mais obras que questionam a maternidade e a obrigação de ser mãe.
    Curti. bjos

    ResponderExcluir
  11. Oi Morg, adorei a resenha...não conhecia a obra e nem a autora, mas já fiquei interessada, parece ser uma leitura bem emocionante. A capa está linda :)

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Olá.
    Eu adorei a resenha. Eu nunca tinha ouvido falar do livro mas tenho que dizer que a sinopse me cativou e fiquei curiosa agora para saber o que acontece, Espero poder ler em breve.
    Bjsssssss

    ResponderExcluir
  13. Esse livro tem uma história forte. Acho que a história de Luisa certamente é a história de muitas mulheres por ai.
    Gostei da narrativa, a história envolvente é bem curiosa.
    Espero ler.

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    A temática desse livro é bem corajosa! Vivemos em uma sociedade que acredita que todas as mulheres amam crianças e querem ser mãe, e assim, muitas se encontram na mesma situação que Luísa: percebem tarde demais que ela não era assim.
    Livro anotado para ler :)

    ResponderExcluir
  15. Não é um livro que eu leria por escolha de tipo ir lá e começar a ler. Teria que ser por meio de resenhas mesmo haha. Pq acho que o estilo da capa me lembra um pouco livro de autoajuda sabe? Mas eu achei p enredo bem interessante e fiquei com um pouco de dó do eduardo e das crianças, apesar de não saber muito bem lidar com elas kkkk.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  16. Este livro tem cada momento emocionantes, que não vejo a hora de ler.
    A autora conseguiu enfim trazer um romance que mostra que a mulher tem forças, e não é apenas um capacho como outros livros teimam em mostrar, ao desenhar as mulheres que só querem namorar, namorar, namorar e nada de ter um vida cheia de boas atitudes.

    ResponderExcluir
  17. Olá Morgana, tudo bem?

    Adorei a sua dica de leitura. Achei bem interessante a premissa, sem contar que essa capa instiga e ao mesmo tempo me tocou. Adorei a sua resenha e fiquei com vontade de ler O Mundo Perfeito, espero ter uma oportunidade!
    Bjus

    ResponderExcluir
  18. Que trama curiosa... eu fiquei curiosissima, sem fala.
    Minha personalidade é mais pra do eduardo, não conseguiria imaginar um caso de mãe que nao ama o proprio filho, pelo menos não para escrever livros, sei que existem.
    Eu fiquei curiosa pra saber o que deu na provável terceira gravidez, vou ter que caçar esse livro!
    bjs
    :)
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu adoro a capa desse livro mas confesso que a premissa não me agrada.
    Achei bem interessante essa questão do nome da personagem ser igual de outras em outros livros da autora.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Olha, não sei se a intenção da autora foi mostrar que é errado fazer distinção de filhos ou mostrar que existem mães desnaturadas mas eu não me atrai para a leitura.

    ResponderExcluir
  21. Oii Morgs, tudo bom? Eu tinha visto esse livro lá no seu ig e fiquei encantada com a capa! Agora, lendo sua resenha, fiquei curiosa também para conferir a leitura. Achei a premissa mega instigante!! Sua resenha ficou perfeita :D Dica anotadíssima.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem?

    Não conhecia o livro ainda e apesar de achar super legal e comovente a premissa, não foi uma obra que me encantou por hora!

    Achei da capa um "bonito que foge do comum" e isso pode ser um ponto muito positivo para atrair olhos curiosos!

    Sua resenha está muito legal, parabéns (:

    ResponderExcluir
  23. Olá, esse é um livro que só lendo pra eu poder dizer o que me parece, pela sua resenha ele traz temas um pouco polêmicos, como a paternidade a a maternidade, e prefiro não comentar sobre isso nem julgar os personagens antes de ler.

    ResponderExcluir
  24. Olha, não conhecia a autora, a capa não me despertou interesse, mas adorei sua resenha, que me deixou bem curiosa e já me fez mudar a visão do livro. Curti!

    ResponderExcluir
  25. Oi Morgs,
    É a primeira resenha que leio desse livro e confesso que tenho opiniões divididas entre se gosto ou não da história. Fiquei curiosa para saber como a autora desenvolveu Luísa e suas convicções sobre sua vida, mas tenho receio dela também não me agradar.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  26. OOi Morgs!
    O livro parece ser bem tocante e reflexivo, e sua resenha me deixou cheia de vontade de lê-lo. os temas são bem interessantes! Dica anotadíssima!

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem? Acabei de ver que ja li esse livro. Tanto a capa quanto a historia são magnificas. A capa é linda também. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  28. Olá, seu texto me intrigou, despertou algumas considerações sobre a trama e os personagens, que só mesmo lendo para resolver. No entanto, ainda não será imediatamente, porque, pelo que entendi, ele tem uma parte de drama muito forte e no momento quero leituras mais leves.
    E palmas para quem criou a capa. Que linda! Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Oi!
    Que premissa boa hein, já estou extremamente curiosa pra saber o que acontece com a protagonista e que escolhas ela faz. Somente a capa não me agradou.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  30. Oie!
    Eu não conhecia esse livro, mas gosto quando traz algo para refletir.
    E realmente, a edição do livro está linda! Eu não tinha visto, mas achei ela lindíssima. Uma ótima dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  31. Oi, Morgs!
    Não conhecia o livro e acho que não é bem o tipo de leitura que me agradaria e prenderia minha atenção. Gostei bastante de sua resenha e talvez se tiver chance leio o livro um dia!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Confesso que essa não é uma leitura que geralmente faria, mas a sua empolgação em nos contar sobre a obra foi tanta que fiquei com a sensação que devo conferir também. Adorei a sua resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Oi Morgana!
    Eu não conhecia a obra, mas gostei do que você contou. Fiquei aqui intrigada com o jeito que a Luisa pensa dos filhos e inveja os de Severino. Gostaria muito de conhecer o desfecho da obra! A Editora sempre capricha nas edições neh?!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  34. Oi Morgana, tudo bem?
    Gostei da premissa do livro, bem diferente e já não fui com a cara da Luisa rs'
    Essa história promete e me deixou bem curiosa com o rumo da história depois dessa doideira dela! A capa é bonita e chama a atenção assim como o título. Espero poder conferir!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Oiii!!

    Eu não conhecia a obra e achei o enredo diferente e original! Sua resenha me deixou com vontade de conhecer a obra e curiosa para saber como a autora levou o enredo a diante.
    Gostei dessa capa!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  36. Olá.
    A capa e a edição parecem realmente bem bacana.
    Pra mim é fundamental ter um elo com os personagens e encontrar um sentido no enredo. No entanto já não gostei das características da Luisa(uma personagem que acha que teria um filho perfeito com um homem que ela acha maravilhoso, realmente não desce). Então mesmo com sua resenha positiva, o livro não é pra mim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  37. Olá, tudo bem? Confesso que não seria uma das histórias que leria com facilidade, afinal não é muito meu gosto o que é tratado ai. Quem sabe na próxima!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Oieee
    Cadê? Ela engravidou ou não do cara?
    Maldade você deixar com esse suspense todo!
    Adorei a premissa de história e necessito saber de tudo o que acontece.
    Beijos

    ResponderExcluir
  39. Olá.

    Achei esse livro bem bonito com uma diagramação bem feita, mas não sei se leria. Não é o tipo de obra que eu gosto e tal. A história parece ser bem profunda e sensível. Não sei...
    Fico feliz q vc tenha gostado da obra e da escrita da autora. Quem sabe eu não leia mais p frente?

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  40. Olá,
    Eu não gostei da sinopse do livro. Achei que tratou de um tema realmente complicado. A falta de amor pelos filhos e sinceramente não gostei de como a autora trabalhou o tema. Por isso, não senti vontade de ler.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS