20/02/2017

O Tempo: Nosso inimigo ou aliado? - Fabio Diaz Mendes


Título: O Tempo: Nosso inimigo ou aliado?                              Editora: 4Letras
Ano: 2016                                                                                                    Compre aqui: Loja 4Letras
Páginas: 142                                                                                               Skoob
Autor: Fabio Diaz Mendes
Exemplar cedido pela editora.

Sinopse: Quem nunca ouviu ou disse aquela célebre frase “dê tempo ao tempo”? Com certeza, se não a maioria, muito já a ouviram. E isso nada mais quer dizer que em determinadas situações é preciso ter paciência, saber esperar, saber usar este fator como nosso aliado, e não nosso inimigo.
“O tempo”, expressão que nos acompanha do nascimento à morte. Aliás, de um ao outro é apenas uma mera questão de tempo.
O livro traz diversas crônicas sobre o cotidiano, um convite ao leitor para refletir sobre vários assuntos, onde alguns podem até ter o caráter de autoajuda, quando o autor compartilha fatos vivenciados, sob o olhar e a análise críticos do ocorrido. O Tempo, com suas ambíguas interpretações, está presente em muitos textos, inclusive no que dá título ao livro, entre as crônicas preferidas do autor. Nós aprendemos – ou ao menos tentamos - durante da vida, sobre o tempo como fator, quase sempre, determinante em inúmeras situações. O fracasso ou sucesso pode ser uma simples relação de nossos atos com o tempo. Saber usá-lo como aliado é um privilégio das pessoas sensatas e inteligentes.

Oiii gente, tudo bem?
Hoje é dia de trazer a resenha de um livro lindo que recebi em parceria com a Editora 4Letras, para quem acompanha o blog desde a criação sabe que tenho parceria com o Fabio e tenho uma grande admiração, diante de seus textos incríveis.

Fiquei bastante contente por ter parceria com essa editora, até hoje estão me surpreendendo bastante!



O tempo é um livro lindo e realista, traz assuntos que remetem a realidade que está a nos perseguir todos os dias, traz a verdade escancarada que muitas pessoas tentam evitar não encarar, evitam até de ouvir do assunto, com o fato de que “a verdade dói”, tudo os emociona e fugir seria a melhor solução.

"Muitos acham que serão poupados pelo tempo, ou seja, que nunca envelhecerão. E, se pensam, talvez tenham uma pseudo - certeza de que terão a mesma independência de agora, a mesma autossuficiência da juventude." Pág. 17
 
Com isso a maioria dos contos são direcionados a esse tipo de caso, o que está a nossa volta e o que preferimos fugir e nos esconder, com medo que tudo possa se tornar obscuro, pois ao perceber o jeito que a sociedade se encontra, irá corromper o indivíduo que está ali a prestar atenção nas coisas que estão a ocorrer.



Fabio com seu jeito criativo de escrever, nos mostra em um conto com o nome do título do livro, a importância do tempo que carregamos em nossa vida, que nem sempre tudo dá certo, mas que nunca podemos desistir pois algo melhor está para acontecer, não devemos deixar para fazer amanhã o que pode ser feito hoje, pois quem sabe não teremos tempo de encontrar a pessoa amanhã ou não ter tempo suficiente novamente, o tempo é valioso, é o bem que mais temos de ter cuidado, sem ele nada seríamos.

"Não adianta termos ansiedade, pressa em resolver algo, pois existe muita coisa na vida que tem seu próprio tempo para se resolver." Pág. 112
 
Diante da escrita maravilhosa do Fabio, podemos perceber e sentir a falta de consideração que deixam de lado com outras pessoas por causa de bens materiais, são evitados e até esculachados, utilizam sempre, quem tem poder tem tudo, mas não é assim que as coisas funcionam, a alma que deve falar mais alto, o sentimento e a verdade no olhar.


A edição do livro está incrível, pude ficar apaixonada em todos os detalhes e me surpreender novamente com os textos que Fabio trouxe, senti-o mais maduro e direto, mas realista e um desenvolvimento lindo de ser acompanhado no qual tive essa hora. A cada capítulo diz tudo, o tempo fala, o tempo manda e ninguém pode mudar nada.
As folhas são amareladas e as letras pretas, são capítulos curtíssimos que pode ser realizada a leitura com uma maneira diferente, os contos não se ligam, mas de certa forma completa o leitor, atinge o auge incrível de saber conhecer e se interessar.

Recomendo para todos esse livrinho, impossível não se apaixonar!


Sobre o autor:
Fabio Diaz Mendez é formado em Direito, natural de São Paulo, 1978, já foi guarda-mirim (Office Boy), Ferramenteiro e Advogado.
Em 2013, foi coautor do livro “Poesia todo dia”, de Agbook, com a poesia “É preciso saber viver o perdão. Em 2014, publicou seu primeiro livro solo “O Tempo. Nosso inimigo ou aliado?”, Editora Multifoco (reeditado pela 4Letras).
Em 2015, participou da antologia de crônicas da Academia Bragantina de Letras. Ainda em 2014, publicou seu livro de contos “Sobre Mocinhos e Bandidos”, Editora Penalux.



Espero que tenham gostado dessa resenha e até a próxima!

42 comentários:

  1. olá *-*

    ainda não conhecia o livro nem o autor fiquei curiosa, irei da uma pesquisada para conhecer mais achei a capa simples e bonita . Parabéns pela resenha.

    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do tema Morgana, o tempo tem essa capacidade né de curar e por as coisas nos seus devidos lugares. Deve ser uma aula de paciência! bjos

    ResponderExcluir
  3. Interessante temática a ser desenvolvida em um livro sobre o cotidiano. Bela escolha! Ficarei atenta! Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Gostei bastante da premissa do livro, fiquei bem curiosa. Dica anotada, um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Não conhecia o livro, mas com certeza é muito lindo, vou adicionar na minha lista para ler quando eu tiver um tempinho.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Morgs
    Nossa, parece ser um livro excelente. Adorei a dica, ainda não o conhecia.
    Gosto de livros que nos remetem a reflexão e gosto bastante de contos. Já que você gostou tanto, fiquei até curiosa.

    Blog Livros, vamos devorá-los?

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia essa editora, mas gostei da premissa do livro, e você reforçou bem a ideia inicial que tive do livro ser mais reflexivo, adoro livros assim.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Morgs!
    Eu não conheço nem o livro e nem o autor, mas falar sobre tempo é sempre muito bem vindo, numa época em que parece que todos nós aceleramos o ritmo e nos prejudicamos muito com esse tipo de tratamento do nosso tempo pessoal! Sempre bom discutir e ouvir quem sabe falar sobre a boa administração dele e das coisas das quais não poderemos fugir e que estão ligadas ao tempo! Obrigada pela dica! Anotada! Abraços,
    Drica.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a obra, mas isso se dá pelo fato de que não curto muito livros com crônicas. Fico feliz em saber que vc gostou tanto.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  10. Oi Morgs, tudo bom? O livro tem uma capa linda! Gostei bastante da premissa dele, gosto de contos e crônicas, principalmente quando é um tema tão interessante assim. O tempo é algo complexo em nossas vidas, fiquei curiosa para conhecer as histórias, beijos!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Olá linda,

    Fiquei muito curiosa com o título do livro e principalmente em falar sobre nossa mania de jogar para amanhã, o que podemos fazer hoje...fugir das nossas emoções e mágoas sem resolver por pura ignorância ou acreditar que o Tempo irá resolver as coisas.

    Coloquei na minha lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá ♥
    Não conhecia o autor, mas fiquei bastante interessa por mais que não sou muito chegada a crônicas. Vendo você elogiar até o amadurecimento da escrita dele fica difícil não sentir vontade de fazer a leitura do livro. A capa em si não me chamou muita atenção. Ótima resenha beijos!

    ResponderExcluir
  14. Me parece uma leitura que faz a gente pensar.
    Me lemboru uma músuca do Pato Fu "Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei"... a vida é corrida demais!
    Não conhecia o autor, mas gostei do livro, se tratando de crônicas, fica a vontade de ler.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  15. Olá, não conhecia essa editora. Eu adorei a temática do livro, a reflexão do tempo é essencial para vermos como estamos gastando esse precioso tempo de nossas vidas.
    Beijos.
    Meu Livro Fantástico | Facebook

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas parecer ser uma leitura bem proveitosa!
    Dica anotada ♥ Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Oi, MOrgs.
    Gostei muito da sua resenha e acho ótimo ver mais um leitor nacional de talento!
    Infelizmente não faz muito o meu estilo!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Eu nunca tinha ouvido falar deste livro, mas agora fiquei muito curiosa para ler. Eu gosto de Crônicas especialmente aquelas que nos fazem pensar e refletir sobre a vida que estamos vivendo. Eu nunca li uma onde a temática seja o tempo.
    Espero amar o livro assim como você.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  19. Olá Morgs, tudo bem?
    Nossa eu amei a premissa desse livro e o titulo já é bem sugestivo né? Fico feliz que o autor tenha conseguido o seu proposito com o conto: nos fazer refletir sobre o tempo e a nossa utilidade dele. Amei a sua dica. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi Morgs, que bons frutos essa pareceria tem rendido, não?! Já amei o livro só pela citação do Mario Quintana hehe. Realmente gostei do tema que o autor aborda, acho que todos precisamos desse tapa de realidade. Acredito que os contos sejam ótimos!! Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo vem?
    Ainda não conhecia o livro e nem a editora, mas fiquei encantada com a edição.
    Achei a temática do livro muito interessante e, com certeza, deve trazer boas reflexões.
    Não tenho o hábito de ler crônicas, e só por isso não tenho certeza se vou ler ou não.
    Mas acredito que, para quem gosta do gênero, deve ser realmente uma ótima leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi Amora,
    Que livro maravilhoso hein!!? Obg por nos apresentá-lo, não o conhecia, mas pela sua resenha e as fotos passei a conhece-lo e desejá-lo, confesso!! Estou precisando ler algo assim, amei a premissa dele e vou tentar encaixá-lo na minha fila interminável de leitura. Bjs!!

    Blo Eu Pratico Livroterapia

    ResponderExcluir
  23. Morgs, não conhecia o livro, mas por se tratar de contos me chamou muita atenção.
    Amei a premissa do conto do título do livro.
    Penso muito nisso de estarmos com uma pessoa uma hora e na seguinte percebermos que nunca mais a veremos.
    Fiquei com muita vontade de fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  24. Nossa amiga que capa linda. Achei bem interessante a premissa. Gostei de ver suas impressões sobre ele. Parabéns pelas fotos é pelo trabalho sua linda.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Oi Morgs, não conhecia a editora, e para falar a verdade o autor também não. O livro parece está muito bom mesmo, além do que gostei de ver mais um autor nacional ganhando destaque.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  26. De fato, sempre vejo você trazendo livros interessantes dessa editora e de outras com conteúdos de qualidade. fiquei interessada no livro, gostei da capa. " podemos perceber e sentir a falta de consideração que deixam de lado com outras pessoas por causa de bens materiais" Fez-me recorda da sociedade líquida.

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Achei bem interessante o tema. O tempo!
    Temos tantas interpretações pra ele ne. Além de darmos tempo ao tempo, com o tempo tudo se ajeita, nada melhor que o tempo pra por as coisas no lugar e ainda mais hoje vivemos sempre sem tempo, as vezes até temos, mas ja estamos acostumados a dizer que não temos.
    Gostei muito da forma como o autor os abordou e que bom que a leitura além de leve e curtinha lhe agradou.
    Adorei a dica!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  28. Oi, Morgs, que livro apaixonante. Adoro obras assim, que falam sobre o cotidiano e ainda por cima nos ensinam alguma coisa. Gostei demais! Mesmo não conhecendo o autor ou a editora, daria um voto de confiança e leria essa obra.

    ResponderExcluir
  29. A capa do livro é simples mas ao mesmo tempo convidativa. Achei a proposta dele interessante mas não acredito que seria algo que eu leria, pelo menos não por agora. Adorei as suas fotos, estão lindas.

    ResponderExcluir
  30. Não conhecia esse livro, mas gostei bastante da premissa do livro. anotei a dica.

    ResponderExcluir
  31. Olá Morgs, eu não conhecia o livro e nem o autor, mas adoro ler contos e pelos seus comentários esses além de trazer cenários realista estão muito bem desenvolvidos *-* Dica anotada.

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Adoro livros de contos, e não conhecia o autor nem a obra.
    É um tema muito interessante de abordar para o tema e fiquei curiosa.
    Anotado!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  33. Olá Morgs.
    Ótima resenha flor!
    Infelizmente não faz meu estilo e então vou deixar a dica passar, mas a edição está bem bonita mesmo. ^^

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Oi, tudo bem?
    Tenho apreciado muito conhecer o trabalho da editora através do seu blog!
    O livro me parece interessante e gostei bastante da capa dele!
    Bjs

    ResponderExcluir
  35. Olá, não conhecia essa obra, e adorei sua resenha.
    Adoro as obras da editora, uma melhor que a outra.

    Abraços

    ResponderExcluir
  36. Olá !!! Desde que vi a capa já imaginei os questionamentos e reflexões que viriam por aí. Gosto de livros assim que nos façam pensar sobre um tema e depois passamos a ver de uma outra forma. Ficou muito boa a resenha, parabéns, bjooooo

    ResponderExcluir
  37. Oi Morgs! O livro parece incrível e mesmo que a gente ache que nada possa ser mudado somos desmentidos por escritos de pessoas como o Fábio que busca através dos livros resgatar em nós o que realmente importa! Adorei!

    ResponderExcluir
  38. Morgs lindona adorei o tema dos contos, bem próximos a realidade de nosso dia a dia, não conhecia o livro, faz tempo que não leio um bom livro de contos, não conhecia o livro e já anotei a dica em minha lista de leitura. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  39. Olá, tudo bem? Adorei a dica, ainda mais que agora estou começando a ler mais contos tantos internacionais quantos nacionais. Gostei dessa questão meio reflexiva que tem com a relação ao tempo e acho que irei amar. Ótima resenha Morg!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. Oii Morgs! Tudo bem???

    Nossa, um nacional digno de "U-A-U" O:

    Não conhecia a obra e fiquei encantada com o enredo! Acho que esses "conterrâneos do Direito" tem uma pegada incrível que me encanta hahaha (:

    E, por mais coincidência que pareça, estou necessitando praticar a arte do tempo em minha vida (:

    Ameeeeeeeeei a dica (:

    ResponderExcluir
  41. Oie, achei legal a premissa do livro. Essa questão do tempo é importante demais né?!
    hora subestimamos, hora supervalorizamos e no final o que precisamos é do equilíbrio.
    E o melhor do livro, pelo menos pra mim, é que eles está dividido em contos né?! isso super facilita a leitura.
    Adorei a dica!!

    ResponderExcluir
  42. Oie!!
    Não conhecia o livro, nem o autor e nem a editora. Mas curti a premissa do livro mesmo ele não sendo o meu estilo de leitura.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS