08/05/2017

Vermelho - Juck Olegário


Título: Vermelho                                                                                 Editora: Autografia
Ano: 2016                                                                                               Compre aqui: Loja Autografia
Páginas: 182                                                                                          Skoob
Autor: Juck Olegário
Exemplar cedido pela editora.

Sinopse: Um dia, peguei-me fazendo uma pergunta. Será que os vilões poderiam ter um final feliz? Mas, outra pergunta me surgiu. Qual seria o final feliz de um vilão? Vencer finalmente aqueles que atrapalham seus planos? Contos, livros e filmes determinam que eles, (os malfeitores) precisam morrer ou serem humilhados, para pagarem por tudo de ruim que fizeram. Interessante, muitos não pararam para pensar se os vilões já nasceram assim, domados pelo ódio. Sempre vão existir aqueles mocinhos heroicos (irritantes) que transformam uma simples e linda borboleta em um feroz e brutal dragão que simplesmente estava adormecido.

Oiii gente, tudo bem?
Hoje é dia de trazer a resenha do livro que recebi em parceria com a Autografia, fiquei imensamente contente em ter a oportunidade de ler uma obra dessas, pois me tirou completamente da minha zona de conforto e sei que me deu um impulso a ler mais livros assim.

Vermelho é diferente do comum, nos encanta, nos da raiva e amolece nossos corações.


Isabelle era uma menina linda, competente e interessada desde nova, seu pai sempre procurou ensinar-lhe bons modos e a apoiava em todos os momentos, desde pequena era faceira e ajudava seu pai, aprendeu desde nova para que quando tivesse a votação e escolha ela fosse a escolhida, pois assim poderia ter um futuro melhor, até porque suas condições eram precárias e até passava fome.

"Quão grande é a dor de perder alguém tão amado? Só aquele que já perdeu pode responder essa pergunta." Pág. 13

Ninguém acreditava e percebia que os anos estavam a se passar tão rápidos...até que chegaria o dia da votação e até o momento todas as crianças eram convocadas, principalmente Isabelle, no qual não iria ir e abandonar seu pai, não dera outra, a escolheram como uma das primeiras e agora teria que arcar com as consequências.


Como seu pai lhe ensinava tudo quando era criança, não precisou muito que lhe ensinassem, se tornou a favorita de Anabela, uma princesa que já tinha o poder, desde então era protegida e não precisava sofrer como os outros, era como uma escravidão, mas de certo modo tinha algumas regalias. Isabelle se corroía a cada momento, mas o jeito era aceitar mesmo, antes que lhe machucassem e até matassem.

"Homem nenhum tem o direito de fazer mal a uma mulher apenas porque acha que tem mais força e poder que ela." Pág. 94

Já por outro lado tinha uma paixão esquecida e sofrida pelo príncipe Dominik, que a usasse como queria para apenas suprir seus desejos, Isabelle queria negar mas não conseguia, o amava com todas as forças e sentia-se mais perto dele, acreditava que um dia ele traria um amor e pediria em algo sério, até que tudo tomou rumos diferentes e o pior aconteceu...


Uma brutalidade horrenda na floresta quando Isabelle passara e ninguém tivera o mínimo de capacidade de repensar em seus atos, a pequena apenas aceitara silenciosamente e não tinha condições e nem força de revidar, o momento era aceitar calada e aguentar todas as dores e por sorte conseguir sair viva, depois poderia ser um momento de revolução, revelar-se.

"-Como posso acreditar assim, simplesmente por ouvir que confiaste no primeiro que lhe dizes amo-te?" Pág. 139

Era a hora da revelação e vingança, Isabelle viera com toda força e teria que decidir como o jogo iria ocorrer, recebera tamanha ajuda de alguém muito importante, aquele que pode tirar a vida de todos, independentemente do momento, tem esse poder e agora será a vez de Isabelle retribuir essa ajuda.


Vermelho foi um livro surpreendente para mim, pois não o conhecia e a editora conseguiu me conquistar principalmente nessa edição que está um luxo, pretendo reler com toda certeza.

A edição possui ilustrações na troca de capítulo, as letras estão no tamanho ideal da edição, com as folhas grossas e amareladas, além do mais são pouquíssimas páginas, sendo uma leitura fluída e rápida.


Sobre o autor:
Juck Olegário nascido em 06 de janeiro, Bahia. Sly, teatro de fantasia. Ler para mim é uma forma fantástica de escapar desse mundo perverso e partir para um novo onde tudo pode acontecer. Peguei essa minha paixão e a transformei em um sonho e objetivo de vida: escrever um livro e publicá-lo. Consegui. Acreditei que minha fé me daria forças para escalar a montanha e não para movê-las.

Espero que tenham gostado dessa resenha e até a próxima.

13 comentários:

  1. Que bacana esta resenha Morgs!
    Já tinha visto o livro e agora fiquei ainda mais com vontade de ler.
    Parabéns!
    Bjks mil
    Claudia

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu adoooooro ver histórias dos pontos de vista dos vilões. Gente, é tão mais emocionante ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse livro me chamou bastante a atenção, principalmente por sair do convencional. Fiquei com bastante vontade de ler.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Menina que resenha bacana, eu não conhecia esse livro também e só pela cor da capa já fiquei atraída.
    Gosto dessa áurea toda de drama e suspense. Me agrada o fato de ser aqueles tipos de leituras que nos prende e só conseguimos parar na última folha do epílogo.
    Vou procurar pra ler em breve!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  5. Existe uma assertiva que diz que "nascemos com o bem e o mau" dentro de nós... Durante a vida, "escolhemos" que caminho vamos seguir. É óbvio que uma vida tão sofrida como a da protagonista poderia lhe conferir o impropério de atenuar-se na linha de um caminho insólito e desagradável. Mas toda afirmação é também uma negação e toda negação é também uma afirmação de algo - Isso quem diz é Schopenhauer (Filósofo Alemão).

    Foi uma surpresa encontrar aqui um livro da autografia, editora para a qual faço algumas revisões e copy desk.

    Infelizmente não fui responsável pelo título. Parece-me interessante! Desejo toda sorte do mundo. E sobre o trabalho da Autografia... Só digo uma coisa: É cuidadoso, interessado e impressionante!

    Grande abraço e parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro e gostei bastante, algumas coisinhas me incomodaram (principalmente a decisão final de um certo personagem que decide entregar a vida por outra pessoa) mas no geral foi uma boa leitura e estou curiosa para ler o segundo volume.

    ResponderExcluir
  7. Olá MOrgs, tudo bem?
    Assim como você, não conhecia esse livro, mas amei. A história e premissa são bem interessantes e o fato de ser uma edição de luxo ilustrada só me deixou ainda mais interessada pela obra.

    ResponderExcluir
  8. [...] nos da raiva e amolece nossos corações - ADOREI hahaha
    Já conhecia o livro, mas ainda não tive a chance de conferir, estou boquiaberta com sua resenha, a premissa é realmente muito boa, despertou em mim muita curiosidade, acho que vou curtir sim.
    Achei a capa muito bonita também, autografia vem arrasando né?
    Parabéns pela resenha muito bem escrita.

    ResponderExcluir
  9. Oii
    Achei a história um tanto confusa... hahah Por isso não senti atração pela leitura. Acho que faltou uma explicação de o que era a escolha..

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  10. Nota-se que você gostou bastante da obra. Não consegui entender direito sobre o que é, mas parece que tem um pouco a ver entre a luta pela liberdade e o bem x o mal?
    Gostei da capa, achei simples, elegante e chamativa ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Morgs!
    Você como sempre arrasando nas resenhas e nos deixando cada vez mais com vontade de conhecer mais livros. Ah, não conhecia a editora e pretendo descobrir novos títulos dela. Eu amei esta capa e o título também é bem convidativo a leitura. Adoraria tê-lo em mãos e viajar nesta aventura para descobrir sobre se os vilões terão ou não seus finais felizes.
    Beijos e até mais.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Morgs! Nossa, eu ainda nem li e já estou indignada com a crueldade desses personagens contra a Isabelle haha. Mas pelo visto ela terá a sua vingança e eles terão o que merecem. E estou curiosíssima para saber como será o desenrolar dessa história. Adorei a sua resenha e a capa é realmente linda. Bjss!

    ResponderExcluir
  13. Oi Morgana,
    Adorei a resenha e a capa do livro. Achei a história muito bacana e me parece ser muito bem desenvolvida. Fiquei morrendo de vontade de ler e saber mais sobre ele. Vou anotar a dica!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS