06/11/2017

A rosa de Hiroxima



Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas

Mas não esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroxima
A rosa hereditária
A rosa radiativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada.
(Vinicius de Moraes)

18 comentários:

  1. oii *-*
    nossa achei profundo e bonito esse ainda não conhecia muito obrigada por ter trazido pra gente.

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Nossa que poema profundo e emocionante, já tinha lido alguns poemas desse autor mas esse em particular eu não conhecia mas adorei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Não sou muito fã de poemas, mas lembro que li esse do Vinicius de Moraes quando estava no colégio e que ele me marcou demais! A gente estava estudando a bomba de Hiroshima e Nagasaki, e a professora passou esse poema para gente. Me marcou demais! Acho ele lindo, pesado e bem triste!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Morgs,
    Sempre achei esse poema carregado de emoções e de uma profundidade que chega a encher os olhos de lágrima, se lido com carinho.
    Adorei vê-lo por aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Vejo este poema e já me vem a mente Ney Matogrosso cantando, fora toda a tristeza e destruição diante desta catástrofe atômica.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. Olá Morgs!
    Que linda homenagem ao Vinicius!
    E a profundidade do contexto é de uma profundidade reflexiva e traz muitas emoções!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oii Morgs

    Já havia lido esse poema há muito tempo, impressionante como apesar de ser meio antigo, continua atual, basta pensar nas crianças da Siria que são hoje o reflexo das crianças de Hiroshima.

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Morgs! Li esse poema já cantando a música, na voz de Ney Matogrosso. Lembro de ter ouvido várias vezes na escola, quando conversávamos sobre a segunda guerra mundial e a bomba atômica.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  9. Olá que lindo, parabéns, achei cheio de reflexões, toca na alma da gente!

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem??
    Nossa que poema lindo, ainda não tinha lido, adorei :)
    Beijus

    ResponderExcluir
  11. Oi Morgs, esse poema é realmente doloroso de ler, as metáforas e seus significados são de uma profundidade imensa, do tipo que só poetas com o Vinicius consegue. BJs

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Só consigo ler ouvindo o Ney Matogrosso cantando! rs
    Creio que ele passa realmente a tristeza que quer transmitir.

    Debyh
    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  13. Que triste, é um momento triste e o pior é a indiferença de quem fez isso, das pessoas que priorizaram a guerra ao invés da vida =/

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Nossa, lembrar meu momentos de estudo sobre este fato terrível, e quantas vezes vi o poema na escola. Toca de maneira profunda, da maneira que queria quando foi criada. Ótimo você ter trazido ela aqui no blog!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oiie

    Sempre achei esse poema/música muito forte. Acho que retrata bem o sofrimento daquela época.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Vinícius e seu eterno talento com as palavras. Adoro esse poema (poesia? nunca lembro a diferença!). Tanto escrito quanto na música, é lindo, tocante e muito sentimental.
    Bela postagem!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  17. Amo essa música à voz do Ney Matogrosso.
    É um clássico!

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bom?
    Não sou o maior leitor de poesias, mas as que eu leio gosto bastante.
    Achei essa realmente muito bonita, adorei conhecê-la.
    Até mais o/

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS