02/02/2018

Mais uma xícara de café - Milton Rezende


Título: Mais uma xícara de café                                          Editora: Penalux
Ano: 2017                                                                                       Compre aqui: Loja Editora Penalux
Páginas: 204                                                                                  Skoob
Autor: Milton Rezende
Exemplar cedido pelo autor.

Sinopse: Por meio de uma prosa poética, Milton Rezende, convida o leitor a acompanhar os desdobramentos do seu dia a dia. Os pensamentos do escritor, misturam-se às suas impressões desenrolando em sua escrita, uma prosa de características poéticas.
Em “mais uma xícara de café”, Milton priorizou em sua escrita as características que lhe dão uma aparência de apontamentos, como se o escritor estivesse à um diário, e fosse compartilhar com o leitor justamente suas impressões mais íntimas. Como a obra se trata de um relato quase pessoal, a ação fica desfalcada em relação ao interior do protagonista-narrador, sempre explorado.
O escritor do livro tem por hábito tomar suas xícaras de café, para espantar as emoções que transcorreram junto com a passagem do tempo e dos dias, quase como para espantar a solidão, no seu ato compulsório de encontrar prazer e recompensa no ato de beber estas xícaras quentes. Em algumas passagens, Milton Rezende, mostra o interior de um personagem solitário, com dificuldades financeiras, que algumas vezes se aventura, também, a ensaiar críticas políticas.
Conforme o enredo vai-se seguindo entre divagações, a narrativa vai-se formando não linear, vagueando sobre as impressões do narrador as quais se formam no final do seu dia. Com “mais uma xícara de café”, Milton demonstra dominar a prosa, conseguindo construir o seu próprio estilo, que enquanto arte, desprende-se das regras domadas de uma escrita linear e objetiva, para livremente explorar o seu íntimo compartilhando com o leitor as peculiaridades dos pontos de vista, de um narrador-personagem ávido pela escrita.

Oii gente, tudo bem?
Hoje é dia de trazer a resenha do segundo livro que recebi em parceria com o autor Milton Rezende, no qual é um dos lançamentos atuais da Editora Penalux, fiquei muito contente por ter tido e recebido a obra para ler e resenhar para vocês, contando o que achei.



Sempre fora um homem que sonhava em ser escritor, acreditava que poderia viver disso. Porém, tinha outra emprego e tinha uma renda definitivamente muito boa mensalmente, o que lhe prejudicava era a quantidade de dividas que a dia possuía, onde morava era seu refúgio e estava ali para o que pudesse acontecer.

"Quando não se tem nada, nada se tem a perder." Pág. 15

Não se sabe como e nem porque, mas a cada dia ele sabia que seria uma tortura para sobreviver, cada dia ele apenas respirava e rezava para que o dia terminasse ou também, que nunca mais acordasse, quem sabe isso fosse a sua maior vontade de todas as noites.



Conhecemos suas diversas paixões e por mulheres distintas, como por Paulinha e Mildred, uma que era de uma forma e a outra possui outro tratamento em relação à ele, sabia que precisava seguir em frente na sua frente, esquecer e viver para que seu filho tivesse orgulho, mas nem tudo é como desejamos.

"Tenho a impressão de que as coisas que quero estão ao alcance dos meus braços, mas estico-os e não agarro nada, embora esteja vendo com nitidez a proximidade dos meus objetivos." Pág. 111

Afinal, amar e não ser amado, amar e ser amado, é uma questão do ser humano que é difícil de ser aceita e durante todo esse enredo, Milton nos presenteia com nada mais e nada menos com um caos em seu interior, caos em que ele desgasta em mais uma xícara, onde adormece com certos devaneios e acorda no outro dia com certeza que saíra desse vício, que aos pontos sente seu corpo se definhar.


Mais uma xícara de café é aquele tipo de livro que é preciso ter coragem para enfrentar a dura realidade de uma pessoa viciada, que não consegue abandonar seus vícios e que a cada dia mente a si mesmo, crendo que tudo será diferente a cada amanhecer, ele mesmo se engana e nos remete uma certa esperança, esperança que a cada capítulo no és dada.

Creio que esse livro foi uma das melhores leituras que já tive em relação ao homem que se transforma, acredita e perde a fé em todos os momentos, não houve nenhum spoiler durante a resenha e contei o menos que pude, sei que vocês, leitores, irão ficar surpresos em realizar a leitura do mesmo.

A edição está fabulosa, recebi até o livro autografado e quando abri, foi uma surpresa sem fim, toda vez que vejo sinto-me especial e animada para reler mil vezes o mesmo livro e até mesmo a escrita de Milton, no qual sempre me cativou em todos os momentos, desde que o conheço.

Sobre o autor:
Milton Rezende nasceu em Ervália (MG), em 23 de setembro de 1962. Viveu em parte da sua vida em Juiz de Fora (MG), onde foi estudante de Letras na UFJF. Funcionário público, atualmente reside em Varginha (MG). Escreve em prosa e poesia e sua obra consiste de dez livros publicados: “O Acaso das Manhãs” (Edicon, 1986), “Areia (À Fragmentação da Pedra)”, (Scortecci, 1989), “De São Sebastião dos Aflitos a Ervália – Uma Introdução” (Templo, 2006), “Uma Escada que Deságua no Silêncio” (Multifoco, 2009), “A Sentinela em Fuga e Outras Ausências” (Multifoco, 2011), “Inventário de Sombras” (Multifoco, 2012), “O Jardim Simultâneo” (Penalux, 2013), “A Magia e a Arte dos Cemitérios” (Penalux, 2014), “Um Andarilho Dentro de Casa” (Penalux, 2017).

Espero que tenham gostado dessa resenha e até a próxima!

51 comentários:

  1. Achei o livro bem interessante e parece reflexivo, talvez mais pra frente eu tente ler. Gosto muito do seu entusiasmo nas resenhas! <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  2. Ai que coisa mais linda amiga, parabéns, fiquei encantada com o livro e curiosa até, e realmente, o livro quando vem autografado a gente se sente muito mimada não é? Lindo, é só isso que posso falar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Saudações literárias! Tudo bem com você? Adorei sua resenha, confesso que é sempre bom divulgar e comentar sobre nossos queridos autores nacionais, já me despertou o interesse em ler essa obra, sem contar que o título eu adorei logo de cara. Já vai na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  4. Que resenha MARAVILHOSA.

    Nem preciso falar que estou louca pra ler esse obra, não é? Sua resenha me deixou com vontade de pegar esse livro nesse exato momento e não parar mais de ler.

    Preciso ler urgentemente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bem?
    A primeira vista esse não me atraiu muito, mas pela que vi na sua resenha a historia mostra uma historia de superação e transformação e isso são coisas que eu gosto muito de ver em um livro. Então eu vou colocar ele na listinha para ser lido mais pra frente.

    ResponderExcluir
  6. Oiie, tudo bom?
    Achei o livro incrível e deve agradar todos aqueles que gostam de livros estilo poetico, sensacional ^^

    ResponderExcluir
  7. Me identifiquei com as dores do o protagonista e gosto da realidade imposta em suas palavras, dizem que mentir a si mesmo é a pior mentira né?! Mas que bom que existe a transformação, dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!! :)

    Eu confesso que nunca tinha ouvido falar deste livro mas fiquei curioso quanto a ele e quanto a temática também!

    Que bom que, dentro do género, o livro te agradou assim tanto! Realmente, acho a parte física do livro muito boa!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  9. É engraçado, livros sobre vícios e superação me interessam muito, mas são poucos os que já li sobre. Gostei de conhecer essa obra, e também por ela ter esse tom de diário (uma coisa mais pessoal, né?).
    Vou buscar saber mais sobre ela :D

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem Morgs?
    Achei a capa desse livro muito lega, bonita. Eu não conhecia esse livro e achei bem interessante a premissa, achei legal tratar-se de uma história de superação. Adorei a sua resenha e sinceramente, fiquei com vontade de ler esse livro!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Eu não conhecia essa obra, e não fui muito com má cara dela não, primeiramente por não se um gênero que eu curto muito e esse não me atraiu nenhum pouco. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Confesso que até o momento não tinha visto nada sobre esse livro e nem sobre o autor.
    A temática é forte, mas confesso que precisamos de livros assim, porque pelo que pude entender ele é bem real. Indicação anotada!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Oiii tudo bem??

    Não conhecia o livro nem o autor, e achei a história bem interessante, parece ser algo mais profundo, que nos faz pensar. A sua resenha me parece que acompanhou bastante essa linha de escrita tbm.
    Adorei.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  14. Oi Morg, tudo bem?
    Parabéns pela parceria e por resenhar o segundo livro do autor.
    Ainda não conhecia essa obra, fiquei super curiosa para ser mais esse lance de transformação desse homem, me deixou muito instigada hahaha
    Adorei a resenha
    Beijos

    https://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie
    Ainda não conhecia esse livro, mas adorei saber mais sobre ele, estou sempre disposta a conhecer novas obras. ADoro esse ponto nos livros de ter fé e transformação do homem. Amei sua resenha, dica anotada.
    BJos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  16. Adorei a capa, mas tenho que confessar que não fiquei tão animada assim para conferi-lo. Por ter esse caráter de divagações, a linguagem precisa ser muito fluída para conquistar o leitor. Talvez em outro momento eu possa ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Confesso que à primeira vista, não seria uma escolha de leitura nesse momento, mas gosto de reflexões e divagações e esse trecho da página 111 me pegou de jeito. É engraçado quando alguém escreve o que você sente; rola uma intimidade, sabe?

    Fiquei com vontade de ler :B

    ResponderExcluir
  18. olá, parece ser um drama de partir o coração, gostei muito e espero ter a oportunidade de ler.
    Obrigada pela dica!
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem ?
    Não conhecia o autor nem o livro. Mas fiquei super curiosa!
    Obrigada pela dica! Vou ler com certeza!
    Bjosss :*

    ResponderExcluir
  20. Que dica incrível, amiga. Eu não conhecia o livro e adorei a tua resenha, acho que deve ser uma leitura bem agradável e fiquei curiosa para poder ler também.

    ResponderExcluir
  21. Oi Morgs!
    Não conhecia a obra, como tem coisa nesse mundo né? Achamos que sabemos de todos os livros, mas sempre tem material novo é surpreendente passeando por aí kkkkk.
    Gostei da premissa do livro, fico feliz que ele tenha te agradado , vou anotar a dica para ler mais pra frente.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  22. Menina que resenha mais linda é essa!
    Não conhecia o autor e nem o livro, mas achei a premissa bem interessante e parece ser um ótimo livro para se refletir. Realmente é uma questão delicada e amar e não ser amado e fiquei curiosa para saber como o autor vai abordar isso na trama.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  23. Olá Morgs!
    Que dica incrível!
    Adoro leituras que retratam as dificuldades e desnudam o ser humano em meio uma narrativa bem desenvolvida.
    Deve ter sido uma experiência maravilhosa com a leitura e gostei de conhecer mais desse autor.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  24. Oi,
    Parabéns por trazer literatura nacional para nós e desejo sucesso ao autor. Infelizmente, não me chamou muita atenção o livro, acredito que deve ser um pouco lento e bastante reflexivo, no momento estou procurando algo mais dinâmico, mas curti a resenha.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    https://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. De alguma forma, durante sua resenha, me lembrei do velho Buk, essas questões sobre diversas paixões, ser escritor, etc. acho que iria curtir conhecer mais do trabalho de Milton Rezende

    ResponderExcluir
  26. O finalzinho da sua resenha me deixou super curiosa, principalmente a respeito dos vicios e como ele faz para superar. Realmente é uma delicia quando recebemos uma obra autografada, ne? Só quem é apaixonado por livros sabe o significado disso. Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  27. Eu achei a arte dessa capa tão linda.
    Acredito que eu daria um chance para esta leitura, mesmo não sendo um gênero que me atraia muito.

    ResponderExcluir
  28. Olá, tudo bem?
    Que livro legal, que bom que você gostou, amei a capa.

    Beijinhos,
    http://livroseimaginacoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oiii
    O livro parece ser bem legal e parece levantar bastantes reflexões! Que bom que você gostou dessa leitura. Gosto muito de livros que exploram o lado humano!
    Bjus

    ResponderExcluir
  30. Como sempre amo suas resenhas, essa ficou maravilhosa!
    Não conhecia a obra, mas fiquei bem curiosa para descobrir mais.
    Achei linda as páginas e a capa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  31. Histórias de superação sempre tem muito a ensinar e nossa fazer refletir. Não conhecia o livro, mas deu para notar que é bom.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  32. Nossa, me interessou bastante! Adoro narrativas reflexivas, isso dá uma ideia de como é o pensamento do escritor, sem personagens por detrás, nos deixa mais conectados com o autor.

    ResponderExcluir
  33. Não conhecia o livro, mas a medida que fui lendo a sua resenha, fiquei mega curiosa pela leitura. Gosto desses tipos de narrativa e, ter casos reais, nos ajudam a melhor compreender por quem passa por isso.

    Beijos,
    Thalita Sousa

    ResponderExcluir
  34. Oi.

    Nunca ouvi falar do autor ou o livro em questão, confesso que a capa não me agradou mas idaí? o que importa é o conteúdo e que conteúdo em, acabei de adicionar a minha lista de leitura, um livro inspirador e verdadeiro já que mostra todos os sentimentos e pensamentos do autor, enfim, gostei.

    ResponderExcluir
  35. Olá,
    Parece ser daqueles livros emocionantes e na dose certa para você ficar pensando por muito tempo na história né. Não curti tanto a capa, mas pela sua resenha eu leria sim.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  36. Oi Morgs! Também gosto de histórias que nos mostram a evolução do personagem e que nos trazem reflexões para nosso cotidiano. A capa está bonita, as fotos ficaram ótimas e fiquei bem curiosa para conhecer a escrita do autor, beijos!

    ResponderExcluir
  37. Oi!
    Não conhecia o livro ainda. Achei o máximo o autógrafo que você recebeu! Fiquei bastante animada com a sua resenha e vou anotar a sua dica. A capa é muito legal, adorei!

    ResponderExcluir
  38. Olá Morgs,
    Não lembro de ter lido nada desse autor até hoje, mas eu confesso que fiquei muito curiosa para conhecer essa trama, pois eu adorei a ideia do desespero para que os dias terminem para que ele possa voltar a fazer o que quer. Eu também acho essa ideia do amor interessante e esse livro parece ter sido bem trabalhado.
    Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  39. É tão bom quando temos essa sensação depois de uma leitura. O livro parece ser bem interessante. Muito bom conhecer o trabalho do autor, desejo muito sucesso. Mais uma vez anotando a indicação e aumentando minha lista de desejados, mega bjooo

    ResponderExcluir
  40. Ola, eu não conhecia o livro e nem o autor mais fiquei curiosa para realizar essa leitura me parece interessante. Vou adicionar a minha lista

    ResponderExcluir
  41. pelo jeito é um livro muito interessante, sem falar na capa linda!
    legal conhecer novos autores e ter novas ideias de livros <3

    ResponderExcluir
  42. Oi, que bom que o autor e o livro te conquistaram tanto, e esse parece um daqueles livros bem crus. Adorei a premissa e fiquei bem intrigada para conhecer essa forma de escrita dele.

    ResponderExcluir
  43. Oi tudo bom?
    Não conhecia o livro achei a capa bonita, mas não sei se leria por se tratar de um estilo literário que não tenho curtido muito
    beijos

    ResponderExcluir
  44. Oi, tudo bem?
    Nossa, que livro incrível! Adorei a premissa dele sem contar essa capa que achei linda!
    Bjs

    ResponderExcluir
  45. Oi, Morgs! Nossa, você falou tão bem sobre a obra e a escrita do Milton que eu fiquei curiosa para conferir. O enredo parece ser bem intenso e ao mesmo tempo reflexivo, gostei bastante da proposta do autor. Vou anotar a sua dica, bjss!

    ResponderExcluir
  46. Olá,

    A temática desse livro é intrigante, pois cada pessoa reage de um jeito as coisas, eu adoro ver como outras pessoas lidam com situações complicadas, então, com certeza, seria uma leitura boa para mim.

    Beijos,
    http://oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  47. Olá, tudo bem? Nossa o que livro traz, os questionamentos que podemos fazer é de grande importância viu?! Adorei e com certeza seria uma leitura que realizaria. Nunca li nada do autor, nem o conhecia na verdade, no entanto já adicionei na minha listinha de compras. Gostei mesmo!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  48. Oi Morgs! Gosto muito do espaço que vc abre no blog para autores nacionais. E também para gêneros diferentes, como poesia. Não é todo mundo que aprecia ou resenha, mas são estilos que precisam de mais visibilidade.
    Mais uma vez arrasou com a resenha de Mais uma xícara de café.
    Bjs
    Luana

    ResponderExcluir
  49. Amei o título. Tem tudo a ver com meu blog. Me faz pensar que é minha obrigação ler este livro...rs Enfim, gostei das fotos também e da ideia da história. Gostei da resenha. Parabéns.

    ResponderExcluir
  50. Nossa. O livro parece fantástico. Tenho um certo fascínio por histórias que carregam aquele drama e angústia.
    Amei a capa e as frases <3

    ResponderExcluir
  51. Olá, o livro parece ser muito bom...
    Gosto do gênero e sua resenha me deixou curiosa.

    Abraços

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS