11/02/2019

Os Barcos de Papel - José Manuel Monteiro


Título: Os Barcos de Papel                                                                               Editora: Ática
Ano: 1988                                                                                                                  Skoob
Páginas: 80                                                     
Autor: José Manuel Monteiro

Sinopse: Os Barcos de Papel - Quito, Miguel, André e Josué resolvem explorar uma caverna que encontraram durante um passeio. Mas a excursão se transforma rapidamente num perigoso problema: o grupo se perde. E parece que a caverna esconde mais surpresas que eles podiam imaginar...
Como escapar dessa situação? Acompanhe a história desses jovens aventureiros em Barcos de Papel,um livro empolgante de José Maviael Monteiro.

Oiii, gente, tudo bem?
Hoje venho trazer a resenha de um livro que estava entre os acumulados na estante. Para quem acompanha o blog e o instagram deve perceber a minha paixão pelas obras da Editora Ática clássicas, cheias de séries e ilustrações que nos remetem a infância e este não foi outra coisa, quando vi logo me apaixonei e desde então comecei a leitura o quanto antes.

Os barcos de papel é uma aventura em que prende o leitor do início ao final, pode-se perceber que é uma história até triste que nos ensina sobre as diferenças que as classes podem trazer em questão das crianças, que esse poder de quem tem mais dinheiro, não existe para uma verdadeira amizade se iniciar.

Miguel, André e Josué, eram amigos a bastante tempo, como vizinhos. Faziam tudo junto, iam passear e se divertir, a brincadeira que mais gostavam era de levar seus barcos e navios a água para boiarem e assim competir de quem conseguiria ir mais longe, quem ganharia tal aposta, era a única diversão que tinham e até certo ponto conheciam. Mas, estranhamente alguém estava os observar e tentar entender o porquê de estarem fazendo isso.

Era Quito, um menino, que tinha seus brinquedos feitos por si, que não ligava para brinquedos caros, pois assim acreditava que não tinham o devido valor. Já os outros meninos não acreditaram quando viram seu barco de madeira e achavam que logo não iria aguentar a água e assim afundar, mas tiveram uma grande surpresa e desde assim criaram uma nova amizade e novos encontros estavam a serem marcados para novas brincadeiras.

Diante disso, resolveram que iriam se encontrar no lago perto da casa de Quito e navegar com seus barquinhos, Quito com seus simples e os outros meninos com o que ganharam de seus pais. Estavam ansiosos para a chegada do grande dia e assim todos estavam querendo que o amanhã chegasse logo. Quando foram se encontrar, estavam empolgados e ansiosos para conhecer o tal lago onde a mãe de Quito lavara suas roupas, chegaram e se encantar com a beleza, como era grande o lugar, resolveram investigar e conhecê-lo melhor. Todos assim estavam tranquilos, até que algo mistério aconteceu, cada um foi sumindo aos poucos trazendo um alvoroço visível na face dos meninos, será que conseguiriam sair de onde se meteram? Ou seria apenas umas aventura qualquer? Eis que nem eles sabiam o que acontecera, mas precisariam de ajuda de todos que estavam ao dispor. Um grande mistério e aventura se inicia...

Os Barcos de Papel foi um livro rapidinho que tive a oportunidade de ler, realmente muito cativante cada palavra escrita pelo autor, cheia de mistérios e aventuras que ninguém ao certo pudera imaginar, nos vicia e nos faz sentir pena de cada cena que estava para acontecer durante a leitura.

A edição que tenho é bem usadinha, tem as marcas de mãos que muitas pessoas pegaram e assim não cuidaram muito bem, pois a capa está solta. Além do mais, as folhas são amareladas e as letras são grandes, com diversas ilustrações trazendo as principais cenas a serem lidas.

A maneira em que o autor escreve é cativante e nos leva a conhecer outro mundo, claro que além daquela mensagem que expliquei no primeiro parágrafo falando sobre, não possui palavras difíceis, sendo de fácil compreensão.

"Realmente, o lago terminava diretamente num enorme amontoado de pedras junto à montanha, e por baixo delas escorria um rio proveniente de um nascedouro no coração da terra.""Os meninos se entreolharam, amedrontados. Não havia mais dúvidas."


Sobre o autor:
José Maviael da Silva Monteiro é sergipano de Aracaju, onde nasceu em dezembro de 1931. Embora leia e escreva ficção desde menino, seus primeiros trabalhos publicados (em revistas e jornais) foram de divulgação científica. A predisposição em levar a público suas histórias infanto-juvenis veio, porém mais tarde, em 1980, quando publicou o primeiro livro, Guerra das formigas. Depois vieram o Festival dos vaga-lumes, O Conde do Toquinho, Vende-se um elefante e Os barcos de papel. Este último, também da série Vaga-lume da Editora Ática, foi premiado em 1984 pela Biblioteca Internacional para Juventude, com sede em Munique.

Espero que tenham gostado dessa resenha e até a próxima pessoal!

14 comentários:

  1. Oii, tudo bem?

    Li esse livro há alguns anos atrás, e até hoje eu sou apaixonada pela história. Concordo que a escrita é bem cativante. Os mistérios e acontecimentos fazem a leitura ficar muito rapidinha, pois a gente fica muito empolgado para saber o final.

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  2. Olá. Também sou apaixonado por esses livros da Ática, principalmente os da série vaga-lume. Confesso que não conhecia esse, mas fiquei interessado, é claro.
    Esses livros são ótimos para curar aquela "ressaca literária" depois de ler algo mais pesado.
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá!! :)

    Eu confesso que nao conhecia este livro ainda, mas a verdade e que gostei de saber a tua opiniao.

    O livro fez-me recordar os livros antigos, com esse papel e o tipo de imagens que contem!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Morgana, como vai? Eu estudei quando adolescente em uma escola pública, que tinha várias edições da editora ática e, assim como você adorava essas coleções cheias de ilustrações lindas.

    Eu nunca tinha lido nada sobre esse livro e, acho estranho porque pela sua resenha ele parece ser bem interessante, com muitos mistérios e aventuras! Vou procurar ele nas livrarias para ver se encontro uma publicação mais nova, porque essa já deve estar esgotada.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro, mas achei a trama muito envolvente. Achei bacana ela tratar sobre questões sociais. Acho que deve ser uma aventura incrível, apesar de um pouco emocionante.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Que ótima resenha, amiga. Eu não conhecia o livro e adorei o título e a capa. Adorei ver a sua opinião sobre a leitura, me parece ser um livro que eu leria e que me agradaria também. Achei a premissa bem interessante e já anotei a dica.

    ResponderExcluir
  7. Olá

    Gostei da premissa do livro,além de abordar temas como a amizade e quanto vale tê-la na inocência das crianças.Anda tive oportunidade de ler mas anotando a dica.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eita que essa foi do fundo do baú, minha leitura da adolescência, mais precisamente quando tinha entre 11 e 14 anos, depois fui mudando o estilo, mas li toda a coleção com paixão, principalmente Éramos seis.

    ResponderExcluir
  9. Olá tudo bem? Não conheço a obra, mais gostei muito da premissa, acredito ser uma leitura muito proveitosa, eu aprecio leituras em que o autor nos cativa com seus personagens e escrita, beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conhecia o livro mais adoro livros rapidinhos e envolventes. Ainda mais se for cheios de aventuras e mistérios como este parece ser. Vou por na listinha, espero gostar tanto quanto você!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?

    Parece ser um livro muito bom! Eu não conhecia a obra, nem o autor, mas pude perceber que você o amou! Anotei a dica e espero que possa lê-lo em breve.

    beijos,
    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem Morgana?
    Você é a rainha dos sebos, lembro de ter lido várias resenhas de livros que você comprou em sebos e sempre belos achados. Eu não conhecia o livro e a autora, mas achei super interessante o fato de ser uma rápida leitura. Gostei da premissa!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro, porém depois da sua resenha não tive como não adicionar na wishlist. Gosto de enredos de aventura, por isso dica anotada. Queria encontrar uma edição como essa, cheia de ilustrações, mas pelo tempo de lançamento deve ser difícil. Adorei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Morgs,
    Eu ainda não li esse livro, mas acho que leria, porque gosto da proposta dele e do fato dele ser cativante e leve. Uma amiga leu os livros dessa coleção e adora. Eu pretendo ler em breve, toda a coleção, aliás.
    Adorei a postagem ♥
    Beijos

    ResponderExcluir

Nome do blog | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR